quarta-feira, junho 28, 2017

Sebrae conclui 3ª etapa do curso de formação de líderes

Nos dias 14 e 15 de julho, uma nova etapa na formação deste grupo de líderes

“Liderar é a conciliação de interesses ou pontos de vistas divergentes para obtenção de resultados que satisfaçam as necessidades da comunidade”, Paulo Vieira 

Psicólogo e professor paulista Paulo Vieira apresentou técnicas de como construir uma nova realidade no Território da Cantuquiriguaçu

O Sebrae regional de Cascavel conclui na última semana a 3ª etapa do curso de formação de líderes, para o Território da Cantuquiriguaçu, edição 2017. 

Foram dois dias de planejamento nas dependências da Associação Comercial (Acils), em Laranjeiras do Sul, que contou com a participação do gerente regional do Sebrae, Orestes Hotz e do psicólogo e professor, Paulo Vieira, de São Paulo. “Nós já temos o diagnóstico das potencialidades do território e agora precisamos trabalhar o planejamento de ações. Buscar a melhor maneira de explorar estas potencialidades de forma sustentável”, frisou Orestes. 

Nesta etapa o curso contou com a participação de 32 pessoas, entre elas, representantes de órgãos públicos, empresários e profissionais liberais. O coordenador regional da entidade, Edson Braga avalia que os trabalhos estão caminhando de forma positiva, concluindo alguns ciclos e iniciando outros. “Concluímos mais uma etapa na criação de um plano do desenvolvimento do território. 

Este workshop com o professor Paulo Vieira trouxe técnicas e conhecimento expressivos para colocarmos em prática no andamento dos trabalhos”, explicou Braga.

O papel do líder

O professor Paulo Vieira destacou o papel do líder nos dias atuais, da necessidade premente de um percurso estratégico para o território Cantuquiriguaçu, numa seara, onde as empresas não vendem produtos, vendem valores. “O papel do líder está na arte de mobilizar as pessoas envolta de um projeto. Gerando interesse, aglutinando e defendendo causas sociais e econômicas. Que possam resultar em qualidade de vida as pessoas”, salientou Paulo Vieira. Numa época de contemporaneidade o líder tem a responsabilidade de mobilizar, tornar realidade os sonhos e os projetos de vida das pessoas. “Por isso a importância de saber qual é sonho das pessoas, para a partir disso os atores passem a construir uma nova realidade”, reiterou. Lembrando que um grupo de líderes determinados tem a capacidade de mover uma comunidade, com bons projetos e programas. “O grupo de líderes precisa ser a luz do caminho. O desenvolvimento do território só vai acontecer, com respeito ao legado do passado, de pessoas determinadas e com olhar para o futuro”, conclui. Argumentando que para o grupo precisa buscar resultados, comprometimento, objetivos rápidos, metas pequenas e intermediárias.


João Muniz

Nenhum comentário: