quarta-feira, agosto 12, 2020

COVID-19:Laranjeiras do Sul chega a 126 casos positivos

 

Secretaria de Agricultura de Porto Barreiro retomou o programa de Inseminação Artificial.


O Governo Municipal de Porto Barreiro retomou na ultima segunda feira 03, o programa de inseminação artificial no Município. Os agricultores que trabalham com gado leiteiro podem procurar a secretaria no periodo da manhã, de segunda a sexta feira, ou ligar para o telefone (42)9.8433-2815 para agendamentos. Lembrando que a Secretaria está com os atendimentos em Plantão com vários números disponíveis, confira;

Telefone direto da Secretaria - (42) 3661-1091
Secretário de Agricultura - (42)9.9914-9459
Emissão de GTAs (ADAPAR) - (42)9.8418-2010

Todos esses contatos estão disponíveis para atendimento em forma de plantão, ou pela manhã os atendimentos junto a Secretária seguindo as recomendações de saúde em combate ao coronavírus, conforme destaca o secretário Agnaldo Cassol. Confira no vídeo.

Bolsonaro sanciona com vetos lei que restringe circulação durante pandemia

 O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou lei que permite às autoridades públicas restringir a circulação de pessoas para conter a disseminação do novo coronavírus no País, mas vetou a isenção tributária para produtos e serviços necessários ao enfrentamento da pandemia. O texto está publicado no Diário Oficial da União (DOU).

A norma diz que as autoridades poderão adotar, no âmbito de suas competências, restrição excepcional e temporária de entrada e saída do País e locomoção interestadual e intermunicipal, tanto por rodovias e portos quanto por aeroportos.

As medidas, porém, dependem de recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ou do respectivo órgão estadual de vigilância sanitária.

Além disso, a lei determina que "a adoção das medidas deverá resguardar o abastecimento de produtos e o exercício e o funcionamento de serviços públicos e de atividades essenciais, assim definidos em decreto da respectiva autoridade federativa".

O presidente vetou o trecho que previa isenção de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), PIS-Pasep e Cofins sobre a industrialização e a venda de mercadorias, produtos e prestação de serviços necessários ao enfrentamento da pandemia e um outro complementar que dava ao Ministério da Saúde a tarefa de definir os itens que seriam isentos dos tributos.

Para barrar o benefício, o governo alegou que a medida "acarreta em renúncia de receita sem que esteja acompanhada de estimativa do seu impacto orçamentário e financeiro".

A lei é resultado da aprovação da Medida Provisória 926/2020, que passou por modificações no Congresso. A norma sancionada também flexibiliza regras de licitações públicas destinadas à aquisição de bens e serviços para o enfrentamento da pandemia.

A lei simplifica procedimentos e processos para essas contratações, com dispensa de licitações em alguns casos e redução de prazos.

Vaga de emprego em Laranjeiras do Sul

Interior de SP abre 273 vagas de emprego. Confira!

A empresa Kuniski montagens industriais e soldas em geral está com vaga de emprego disponível para Soldador de MIG, eletroldo e que saiba mexer com estrutura metálica, tubulação e etc. Interessados devem levar curriculo direto na sede da empresa, na Avenida Deolinda Oliveira Luz, 794, próximo ao Centro de Eventos.

Telefones: (42)-99934-9567 Antonio ou (42) 99940-2729 Edna

Laranjeiras do Sul:Ação entre amigos em prol ao tratamento de Sofia Seferin

Fazer o bem, aquece a alma e conforta os corações. Mais uma vez Laranjeiras do Sul está solidária em mais uma causa. Um grupo de voluntários e amigos da família, de Sofia Seferin, 11 anos, que no dia 20 de março, sofreu um acidente doméstico com álcool e teve 55% do seu corpo afetado com queimaduras de 3º grau, está realizando duas ações para angariar recursos para o tratamento da pequena que sofre com as queimaduras.

Uma delas, é uma ação entre amigos, que está sendo comercializada em vários pontos do comércio ao preço de 5 reais.
Você colabora, e irá concorrer a 12 prêmios. O sorteio acontecerá após a comercialização de todos os números. Os voluntários interessados em auxiliar nas vendas dos blocos, retirar com a Rúbia no Supermercado Gava. 
Outra ação que está sendo preparada, é uma Live com Vários artistas regionais, que acontecerá no dia 22 de agosto, e terá geração de som e imagem através dos seguintes canais:
Facebook@danielpassosoficial
Youtube:musicaboaepoesia
 
Fonte: Campo Aberto FM

Juíza de Curitiba condena homem negro e associa supostos crimes à raça dele

Uma decisão de 19 de junho, mas publicada nesta terça-feira, 11 de agosto, chama a atenção por conta do conteúdo considerado racista. Natan Vieira da Paz, 48 anos, foi condenado a 14 anos e 2 meses acusado de integrar uma organização criminosa e praticar furtos. Na sentença assinada pela juíza Inês Marchalek Zarpelon, da 1ª Vara Criminal da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba. 

No texto, a juíza justifica a condenação pelos crimes, uma vez que o homem é negro. “Sobre sua conduta social nada se sabe. Seguramente integrante do grupo criminoso, em razão da sua raça, agia de forma extremamente discreta os delitos e o seu comportamento, juntamente com os demais, causavam o desassossego e a desesperança da população, pelo que deve ser valorada negativamente”, escreveu Zarpelon na página 107, de 115, de sua sentença condenatória.

Em outros trechos da sentença, nas páginas 109 e 110, ele repete a mesma afirmação. “Sobre sua conduta social nada se sabe. Seguramente integrante do grupo criminoso, em razão da sua raça.”

Além de Paz, outras oito pessoas foram julgadas e condenadas na mesma ação pela juíza Zarpelon. Segundo a sentença, o grupo formava uma organização criminosa que, entre 2016 e 2018, praticou furtos e saidinhas de banco nas praças Carlos Gomes, Rui Barbosa e Tiradentes, na região central de Curitiba. Eles teriam furtado mochilas, bolsas, carteiras e celulares.

A advogada de Paz, Thayse Pozzobon, que divulgou a sentença nas redes sociais informou que recorrerá da decisão de Inês Marchalek Zarpelon e acionará o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que o julgamento seja anulado, por conta do racismo praticado pela magistrada na sentença.

Em nota publicada no site da Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar), a juíza Inês Marchalek Zarpelon informa que a frase foi retirada de contexto e que  " não houve o propósito de discriminar qualquer pessoa por conta de sua cor", diz a nota. "A frase foi retirada, portanto, de um contexto maior, próprio de uma sentença extensa, com mais de cem páginas. Reafirmo que a cor da pele de um ser humano jamais serviu ou servirá de argumento ou fundamento para a tomada de decisões judiciais. O racismo é prática intolerável em qualquer civilização e não condiz com os valores que defendo.  Peço sinceras desculpas se de alguma forma, em razão da interpretação do trecho específico da sentença (pag. 117), ofendi a alguém", diz a nota. 

Post da advogada Tayse Pozzobom na rede social Facebook

"O nome do Ser Humano violado com as palavras proferidas pela magistrada é Natan Vieira da Paz. Com autorização do cliente estou divulgando o nome na esperança de que repercuta mais ainda.
Associar a questão racial à participação em organização criminosa revela não apenas o olhar parciak de quem, pela escolha da carreira, tem por dever a imparcialidade, mas também o racismo ainda latente na sociedade brasileira.
Organização criminosa nada tem a ver com raça, pressupor que pertencer a certa etnia te levaria à associação ao crime demonstra que a magistrada não considera todos iguais, ofendendo a Constituição Federal.
Um julgamento que parte dessa ótica está maculado. Fere não apenas meu cliente, como toda a sociedade brasileira.
O Poder Judiciário tem o dever de não somente aplicar a lei, mas também, através de seus julgados, reduzir as desigualdades sociais e raciais. Ou seja, atenuar as injustiças, mas jamais produzi-las como fez a Magistrad ao associar a cor da pele ao tipo penal.
Exigimos providências!
Tayse Pozzobom"

Cópia da sentença com as citações da juíza Inês Marchalek Zarpelon:


NOTA DE ESCLARECIMENTO DA ASSOCIADA INÊS MARCHALEK ZARPELON NA ÍNTEGRA:


A respeito dos fatos noticiados pela imprensa envolvendo trechos de sentença criminal por mim proferida, informo que em nenhum momento houve o propósito de discriminar qualquer pessoa por conta de sua cor.

O racismo representa uma prática odiosa que causa prejuízo ao avanço civilizatório, econômico e social. 

A linguagem, não raro, quando extraída de um contexto, pode causar dubiedades.

Sinto-me profundamente entristecida se fiz chegar, de forma inadequada, uma mensagem à sociedade que não condiz com os valores que todos nós devemos diuturnamente defender. 

A frase que tem causado dubiedade quanto à existência de discriminação foi retirada de uma sentença proferida em processo de organização criminosa composta por pelo menos 09 (nove) pessoas que atuavam em praças públicas na cidade de Curitiba, praticando assaltos e furtos. Depois de investigação policial, parte da organização foi identificada e, após a instrução, todos foram condenados, independentemente de cor, em razão da prova existente nos autos. 

Em nenhum momento a cor foi utilizada – e nem poderia – como fator para concluir, como base da fundamentação da sentença, que o acusado pertence a uma organização criminosa. A avaliação é sempre feita com base em provas.

A frase foi retirada, portanto, de um contexto maior, próprio de uma sentença extensa, com mais de cem páginas.

Reafirmo que a cor da pele de um ser humano jamais serviu ou servirá de argumento ou fundamento para a tomada de decisões judiciais.

O racismo é prática intolerável em qualquer civilização e não condiz com os valores que defendo. 

Peço sinceras desculpas se de alguma forma, em razão da interpretação do trecho específico da sentença (pag. 117), ofendi a alguém.

Bem Paraná

Homem faz B.O. contra companheira por agressão após se negar a fazer café para ela, diz PM

Homem registrou B.O. na Polícia Militar contra a companheira por causa de agressão — Foto: Divulgação/PMPR
Um homem fez um Boletim de Ocorrência (B.O.) contra a companheira depois de ser agredido por ela ao se negar a fazer café, de acordo com a Polícia Militar (PM). A situação aconteceu em Fernandes Pinheiro, na região central do Paraná, na terça-feira (11).

Segundo o relato do homem à PM, a mulher se alterou por ele não querer passar café para ela e o agrediu com socos e pontapés.

O homem ainda disse que ela o ameaçou afirmando que iria bater nele até matá-lo. Além disso, conforme o B.O. registrado pela PM, a mulher quebrou pertences do pai que mora na mesma casa.

Policiais militares chegaram a perguntar para o homem por que ele não chamou a PM no momento do fato. Ele relatou, de acordo com a PM, que sente medo da companheira e que ela sempre nega os fatos.

Ainda segundo o B.O., o homem foi agredido pela companheira em outras ocasiões.

A Polícia Civil informou que o B.O. já chegou à delegacia e que a vítima e suposta agressora devem ser intimadas para esclarecer os fatos.

Rio Bonito do Iguaçu reforça frota adquirindo mais um rolo compactador


Mais uma máquina para reforçar a frota e melhorar os serviços de estradas e demais demandas em Rio Bonito do Iguaçu. A atual administração adquiriu com recursos próprios O rolo compactador da marca Müller, modelo Vap 70.

Está sendo feita uma renovação de frota de máquinas jamais vista antes na história do nosso município.

Homem comete suicídio em Rio Bonito do Iguaçu

Saúde mental - Suicídio - Cursos Aprendiz

Um homem cometeu suicídio na manhã desta quarta-feira (12), na comunidade do 4 encruzo, em Rio Bonito do Iguaçu. Segundo informações, a vítima foi encontrada com uma corda envolta do pescoço. Foi feito o isolamento do local, até a chegada do IML.

Homem morre em grave acidente em Quedas do Iguaçu

A imagem pode conter: ar livre

Um gravíssimo acidente com vítima fatal é registrado na manhã desta quarta-feira (12) em Quedas do Iguaçu na Pr 484 sentido Três Barras do Paraná, próximo a um frigorífico.

Vitima, Antônio Pinto (popular Tônico da Divina Misericórdia).

De acordo com informações o condutor do veículo Fiat Strada da Missão Resgate de Quedas do Iguaçu veio a óbito, já o motorista do caminhão foi encaminhado ao Hospital Municipal.

Nesse local já foram registrados inúmeros acidentes com vítimas.

Portal Quedas e Região

Paraná e Rússia devem assinar nesta quarta-feira acordo sobre vacina contra Covid-19

O governo do Paraná deve assinar, nesta quarta-feira (12), um acordo com a Rússia para produção e distribuição da vacina contra o novo coronavírus Sputnik V. A cerimônia para a celebração do convênio está prevista para ocorrer às 14h.

Na terça-feira (11), o presidente russo, Vladimir Putin, divulgou que a vacina foi a primeira registrada no mundo.

A vacina russa é questionada pela comunidade internacional porque se sabe pouco sobre sua eficácia. O site oficial sobre a pesquisa afirma que, no dia 1° de agosto, os testes de fase 1 e 2 foram concluídos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que sejam realizadas três etapas de testes.


O acordo deverá ser assinado pelo governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), e pelo embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Akopov.

Para a realização de testes ou de pesquisa no Brasil, a Anvisa precisa autorizar os procedimentos. Na terça-feira (11), a Agência informou que não recebeu nenhum pedido para analisar essa vacina pelo laboratório russo responsável.

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) será responsável por todas as etapas, desde a pesquisa até a distribuição das doses, isso houver liberação da Anvisa.

O presidente do Tecpar, Jorge Callado, ressaltou que a pesquisa vai avançar conforme o compartilhamento as informações. A previsão, no entanto, é de que a vacina seja distribuída no Brasil no segundo semestre de 2021.

“Antes da liberação, não há possibilidade de colocar nada em prática. Reitero que a prudência e a segurança são palavras-chave nesse processo”, declarou o presidente do Tecpar.

Ao todo, 165 vacinas contra a Covid-19 estão sendo pesquisadas em todo o mundo, segundo os dados da OMS no dia 31 de julho. Cinco delas estão na fase final de testes em humanos (a fase 3).

No Brasil, três vacinas contra o novo coronavírus que estão em estágios mais avançados de pesquisa são testadas. Duas são de laboratórios chineses e a terceira é da Universidade de Oxford.

G1PR

TJ-PR concede prisão domiciliar a vereadora Fabiana Rosa

Vereadora de Curitiba Fabiane Rosa é suspeita de 'rachadinha' — Foto: Divulgação/ Câmara de Curitiba
A vereadora Fabiane Rosa (PSD), que foi presa por um suposto esquema de "rachadinha" na Câmara Municipal de Curitiba, no dia 27 de julho, teve a prisão preventiva convertida para domiciliar.

A decisão, proferida pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), é de terça-feira (11). Fabiane está detida no Complexo Médico-Penal, em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba e, até a publicação da reportagem, não tinha deixado a prisão. A previsão da defesa dela é que isso aconteça no início da tarde.

No pedido feito pela defesa, o advogado Jeffrey Chiquini disse que Fabiane é mãe de um menino de apenas quatro anos de idade e que é imprescindível os cuidados com ele por parte da mãe.

Chiquini argumentou que a decisão foi acertada e que foi "amparada nas chamadas ‘Regras de Bangkok’, originadas de documento celebrado pela ONU em 2010 e cujo objeto e motivação foi justamente o de deitar um olhar atento e humanitário para mulheres em condições especiais, notadamente, em situações prisionais e mães de filhos em tenra idade".

Na decisão pela prisão domiciliar, o TJ-PR declarou que é importante levar em consideração a necessidade da presença de Fabiane na sede domiciliar para os cuidados indispensáveis da criança.

Condições da Justiça para deixar a prisão

Pagamento de fiança no valor de 10 salários mínimos nacionais (R$ 10.450);
Comparecer mensalmente em juízo para informar e justificar suas atividades;
Abster-se de qualquer contato com situações fáticas ou incursões que possam levar ao risco da prática de novas infrações similares;
Proibição de manter contato com quaisquer pessoas arroladas como testemunhas nos autos;
Não se ausentar da comarca onde reside sem prévia autorização judicial;
Comparecer a todos os atos do processo para os quais for intimada.

O descumprimento de qualquer uma das medidas cautelares impostas, acarretará na decretação da prisão preventiva novamente, segundo o TJ-PR.

Denúncia

Na terça-feira (11), a vereadora foi denunciada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) pelos crimes de concussão e peculato.

Além da parlamentar, outras três pessoas, incluindo o marido da vereadora, que é guarda municipal, também foram denunciados.

Esquema de 'rachadinha'

A prática de rachadinha consiste no repasse de um servidor público ou prestador de serviços da administração de parte da remuneração recebida para políticos e assessores.

Documentos obtidos pela RPC mostram que pelo menos três pessoas disseram ao MP-PR que participaram do esquema de "rachadinha" no gabinete da vereadora, entre 2016 e 2018.

No início das investigações, essas pessoas eram assessoras de Fabiane Rosa: duas mulheres e um homem.

Ao MP-PR, segundo os documentos, os assessores disseram que, em fevereiro de 2018, foram chamados por Fabiane Rosa para uma reunião, que aconteceu em frente à casa da vereadora.

De acordo com eles, como já desconfiavam que o assunto seria a "rachadinha", resolveram gravar a conversa. No encontro, conforme os ex-funcionários, Fabiane pediu o repasse de parte dos salários deles.

Os ex-assessores afirmaram aos promotores que o valor repassado para a vereadora dependia do tamanho do salário. Segundo eles, quem ganhava mais, repassava mais.

Os depoimentos apontam que o suposto esquema de "rachadinha" no gabinete de Fabiane Rosa não envolvia somente desconto nos contracheques. Ex-assessores disseram ao Ministério Público que também pagavam despesas pessoais da vereadora.

G1PR

Pai e filho morrem carbonizados no interior de Chopinzinho

Pai e filho morrem carbonizados no interior de Chopinzinho

Uma tragédia foi registrada em Chopinzinho, no Sudoeste do Estado, na madrugada desta quarta-feira (12). Pai e filho morreram carbonizados na comunidade de Sete Arroio, comunidade que fica próxima do perímetro urbano. A casa que os dois moravam foi totalmente destruída por um incêndio. Outras duas residências, no mesmo terreno, também foram destruídas. Em uma delas morava um casal e três crianças. Todos conseguiram sair ilesos. Na outra morava uma mulher e uma criança, que não estavam no local no momento do incêndio.

Defesa Civil de Chopinzinho e Corpo de Bombeiros de Coronel Vivida foram acionados, mas não conseguiram evitar a destruição dos imóveis. Pelo fato de se tratar de construções em madeira as chamas se alastraram rapidamente. As vítimas foram identificadas como sendo Nelson Prestes, de 70 anos, e o filho Rosenei Prestes, de 32 anos. Segundo Cassiano Bonfim, que morava em uma das casas, o incêndio começou na varanda da residência de seu sogro, Nelson. A família desconfia de um ato criminoso.

Em entrevista à Extra FM, contou que foi muito rápido. Ele e a esposa se preocuparam em retirar as crianças do local e somente ouviram um grito do sogro e do cunhado, depois disso as chamas tomaram conta dos imóveis. A Polícia Militar auxiliou o Corpo de Bombeiros e manteve o local isolado para perícia da Criminalística. A Polícia Civil foi informada e vai apurar as causas do incêndio. Os corpos de pai e filho foram recolhidos ao IML de Pato Branco.

RBJ

terça-feira, agosto 11, 2020

Mulher com infecção generalizada é socorrida de helicóptero em Laranjeiras do Sul

A equipe do helicóptero do Paraná Urgência/CONSAMU deslocou-se até o município de Laranjeiras do Sul, na tarde desta terça -feira (11), para realizar a transferência de uma mulher, 47 anos de idade, portadora de diabetes mellitus.

Ela procurou o Hospital São Lucas daquela localidade apresentando um quadro de infecção generalizada de foco não definido. A paciente evoluiu com rebaixamento do nível de consciência sendo submetida a intubação orotraqueal, sedação e ventilação mecânica.

Em decorrência do quadro clínico, ela foi encaminhada com urgência à um centro de referência. A aeronave pousou no pátio da Eletrosul em Laranjeiras do Sul.

Após atendimento e estabilização, a mulher foi transferida para o Instituto Virmond de Guarapuava. A operação contou com o apoio da frota municipal de Laranjeiras do Sul e do SAMU de Guarapuava.

CGN

Nota de falecimento do senhor Antônio Lourenço Heinzen

 É com pesar que noticiamos o falecimento do Senhor Antônio Lourenço Heinzen, ocorrido nesta terça-feira (11) em Laranjeiras do Sul.

O sepultamento e o velório ainda serão marcados.

Aos amigos e familiares nossos sinceros sentimentos.

Corpo de Bombeiros está há mais de três horas combatendo incêndio em matagal em Laranjeiras do Sul

Imagem ilustrativa 

A equipe do Corpo de Bombeiros de Laranjeiras do Sul, está há mais de três horas combatendo um incêndio em um matagal na região do Alto São João, há 4km da Cooperativa Coprossel em Laranjeiras do Sul.

Eram passados das 18h da tarde quando os Bombeiros foram acionados para combater as chamas, os militares estão há horas combatendo o fogo para que não se alastre e possa atingir a residências ao lado.

Popular “Cachaço” é baleado em Laranjeiras do Sul


Por volta das 18h30min do dia 11 de agosto de 2020, a equipe foi solicitada para deslocar até a Rua Ten. Eugênio Martins, Monte Castelo. 

No local teria uma vítima de disparo de arma de fogo. A equipe foi abordada pela vítima um senhor, que informou ter sofrido lesões provenientes de arma de fogo e que conhecia os autores, que se evadiram após os disparos, que foram realizados na chegada do senhor, na sua residência, enquanto o mesmo ainda estava dentro do carro. 

O mesmo foi conduzido para o Hospital por um amigo. A equipe realizou diligências nas proximidades e foi até a casa do homem, que foi indicado pela vítima como mandante dos disparos, pois há algum tempo, tem ocorrido desavença entre os dois. 

O senhor afirma que conhece os autores, porém que não se recorda o nome com exatidão. Na residência do homem, sua esposa informou à equipe que seu marido não estaria em casa. 

Feito contato com o senhor, após atendimento médico, o mesmo sofreu um disparo na região da costela, porém de raspão, sem risco de morte. 

Informou ainda que os dois autores estavam munidos de arma de fogo, aparentemente do tipo revolver. 

A equipe não visualizou nenhuma cápsula de munição no chão, porém visualizou aproximadamente 9 (nove) buracos que se assemelham a disparos de arma de fogo, na região frontal do veículo de propriedade do senhor, um veículo Ford/fiesta, na cor branca. 

Efetuado patrulhamento, porém sem êxito em encontrar os suspeitos. solicitante foi orientado.

FONTE:SETOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO 16 BPM 



COVID-19:Sobe para 125 o número de casos confirmados em Laranjeiras do Sul

 Laranjeiras do Sul registrou 10 novos casos positivos de Covid-19 nas últimas 24 horas, número recorde desde o primeiro caso que foi confirmado no dia 15 de maio. Com isso, o município chega a marca de 125 casos positivos da doença. De acordo com o boletim divulgado nesta terça-feira, 11, pela Secretaria de Saúde, 104 pessoas já se recuperaram da doença, outras 16 aguardam resultado do exame. 

Dos 10 novos resultados positivos, 5 são mulheres (13, 37, 42, 43 e 49 anos) e 5 homens ( 15, 17, 19, 39 e 47 anos de idade), todos em isolamento domiciliar.

Seis dos novos casos contraíram a doença pelo contato com caso positivo, dois por contato domiciliar, um profissional de saúde e um trabalhador de outro município, mas reside em Laranjeiras do Sul. 

Dos casos confirmados, 1 permanece internado em enfermaria com quadro clínico estável. Hoje, tivemos também seis casos descartados e 1 laranjeirense recuperado. 

Continuamos com nossas orações pela recuperação de todos.

COVID-19:Nova Laranjeiras confirma mais um caso positivo


A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Laranjeiras vem através desta, informar a confirmação de mais UM caso positivo de Coronavírus/COVID-19.

Trata-se de um paciente do sexo masculino, 19 anos de idade, sem comorbidades, residente na Sede do município.

Após investigação epidemiológica constatou-se que o caso não tem vínculo epidemiológico com os demais casos confirmados anteriormente.

O paciente encontra-se em bom estado geral e cumpre o isolamento no domicílio.

As medidas de precauções com o isolamento e monitoramento dos familiares já foram tomadas.

ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA:Mentor do incêndio criminoso em ônibus em Laranjeiras do Sul é preso pelo G.D.E vendendo munições a traficantes da cidade





No dia 11/08/2020, a Polícia Civil de Laranjeiras do Sul, através do G.D.E. (Grupo de Diligências Especiais) da 2ª S.D.P., desempenhava sua função investigativa, monitorando um indivíduo apontado como sendo um importante traficante de drogas de nossa cidade, quando presenciaram este adquirindo munição em uma residência.

Na sequência, a equipe efetuou a abordagem do veículo de tal indivíduo alguma quadras adiante, encontrando aos pés do indivíduo monitorado uma sacola, contendo cerca de 50 de munições, parte calibre .38, parte calibre .357. 

Diante do estado flagrancial, os policiais se dirigiram até a residência onde a transação ocorrera, lá encontrando o dono da casa, que havia vendido a munição, e um terceiro, que portava consigo uma pistola calibre 22, com numeração suprimida. Nesta residência, ainda foi apreendida uma caixa, contendo aproximadamente 150 munições de calibre .38, que pertenciam ao referido vendedor.

Então, a equipe se dirigiu até a primeira das residências do primeiro abordado, onde encontrou um parente dele, que era apontado como o gerente da “boca de fumo”, local onde foram apreendidos cerca de 130 gramas de cocaína, uma arma de fogo calibre 38 e cerca de R$ 1.200,00 em espécie.

Por fim, no segundo dos endereços do primeiro abordado, os policiais ainda apreenderam  aproximadamente R$ 2.000,00 em espécie.

VÍDEO ABAIXO

Diante do contexto apresentado, os quatro indivíduos foram conduzidos até a 2ª S.D.P. de Laranjeiras do Sul, onde serão autuados pelos seguintes crimes:

1) O primeiro indivíduo citado, que vinha sendo monitorado, pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de munição de uso permitido;

2) O vendedor da munição, pelo crime de porte ilegal de munição de uso permitido;

3) A pessoa que estava na casa do vendedor da munição, pelo crime de porte ilegal de arma de fogo com numeração suprimida;

4) O indivíduo apontado como gerente da “boca de fumo”, pelos crimes de tráfico de drogas e de posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

As prisões ocorreram no Bairro Água Verde, no São Francisco e no Centro.

Texto: 2 ª SUBDIVISÃO POLICIAL DA POLICIA CIVIL

Vídeo: Olho Aberto Paraná

MAIS INFORMAÇÕES EM INSTANTES

Confira as ofertas imperdíveis desta terça e quarta-feira no Supermercado Conafri em Laranjeiras do Sul

 



Confiram as ofertas imperdíveis desta terça-feira (11) e quarta-feira (12) no Supermercado Conafri em Laranjeiras do Sul

Câmeras de seguranças flagram mais uma tentativa de furto a relojoaria em Laranjeiras do Sul

 

Câmeras de seguranças flagraram por volta das 02h47 da madrugada desta terça-feira (11) mais uma tentativa de furto à uma relojoaria no centro de Laranjeiras do Sul.

As imagens mostram um rapaz com moletom e boné, que passa olhando para o estabelecimento, em seguida ele retorna com um objeto em mãos e bate contra o vidro da loja para tentar quebrar a vidraça, como o plano da errado, ele foge correndo sem levar nada.

No Paraná, 36% das mães perderam o emprego durante a pandemia

 A pandemia por coronavírus provocou um embate no Brasil, manter uma quarentena rígida, ou adotar medidas mais flexíveis para limitar o impacto econômico da crise? O impacto já está sendo sentido; E a Famivita, em seu mais recente estudo constatou que 52% das mães com filhos pequenos perderam renda, de forma direta ou indireta, desde que a quarentena começou.

Não bastasse a perda de renda, o estudo também constatou que 39% das mães perderam seus empregos durante a pandemia, incluindo as trabalhadoras informais. Para referência, antes da pandemia, pelo menos 53% das entrevistadas tinham um trabalho. Segundo a pesquisa, 36% das mães paranaenses perderam o emprego. 

As grávidas também estão sofrendo com a crise, e 34% delas perderam seus empregos, desde que a pandemia começou. Até mesmo mulheres que não trabalhavam antes, acabaram perdendo renda de forma indireta, com a perda por parte de membros da família. E, outro ponto a ser considerado, é que até mesmo as participantes que ainda possuem emprego, acabaram perdendo renda.

Laia mais no Blog Mães do Bem

Governo do Paraná negocia com a Rússia produção da vacina contra a Covid-19

 Fontes seguras confirmaram que há tratativas do governo paranaense para firmar uma parceria com o governo da Rússia para produzir a vacina Sputnik V. A notícia foi dada nesta manha de terça-feira, 11 de agosto, pelo Bom Dia Brasil, da Rede Globo. Esse anúncio foi feito horas após o presidente russo, Vladimir Putin, divulgar a vacina como a primeira registrada no mundo.

A fonte informou ainda que Governo do Paraná está em negociação com o governo Russo, por meio da embaixada no Brasil, para participar do desenvolvimento da vacina,e que as tratativas não se encerraraml. 

O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que que a Rússia é o primeiro país do mundo a registrar uma vacina contra o novo coronavírus nesta terça-feira (11).

O embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Akopov, tem encontro agendado com o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), nesta quarta-feira, às 14h. A expectativa é de que o encontro defina a parceria para a produção da vacina. Embora tenha sido registrada, o imunizante ainda será submetido a ensaios clínicos para testar sua segurança e eficácia.

Após a assinatura do acordo, o próximo passo é o compartilhamento do protocolo russo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no Brasil para a liberação das outras etapas.

O protocolo de intenções foi entregue no final de julho, data em que Akopov recebeu, em Brasília, o secretário-chefe da Casa Civil do Paraná, Guto Silva. O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), que já atua em parceria com o Ministério da Saúde, deve um dos polos de produção e distribuição da imunização para a América Latina.

Os estudos sobre a vacina russa geram dúvida na comunidade científica. O Ministério da Saúde da Rússia informa que as pesquisas para a vacina estão na fase 3, a última e mais importante das etapas de produção de uma vacina, mas não divulgou estudos em nenhuma revista científica sobre os resultados, duração e os detalhes das fases anteriores.

Bem Paraná

Rio Bonito do Iguaçu:Obra de recape asfáltico já está mudando a realidade das comunidades do Pinhalzinho e Linha Rosa


Uma obra que já está mudando a realidade das comunidades de Pinhalzinho e Linha Rosa está em andamento. Compromisso cumprido #riobonitocanteirodeobras #prefeituraestafazendo

Briga de marido e mulher acaba na delegacia em Pinhão


Por volta das 17h00min do dia 10 de agosto, na Rua XV de Dezembro, Bairro Nossa Sra. Aparecida, relata a senhora, 31 anos que estava trabalhando, quando apareceu seu marido, 43 anos com sintomas de embriagues. Diz que nesse momento o senhor, começou a xingar a senhora, vindo a provocar os outros funcionários, quando todos viram que ele tirou do nada um canivete, onde, já entrou em luta corporal com o senhor. 

Onde o senhor relata que a intenção era provocar a sua morte. Os policiais, levaram a senhora para o Destacamento, em seguida, foi abordado o autor do fato, e encaminhado para o Destacamento, onde, havia por parte da senhora, a intenção da representação de queixa, contra o marido, posterior entregue a Delegacia de polícia Civil do Pinhão.

Dramático: estiagem no Paraná pode perdurar até fevereiro do ano que vem

 O horizonte para a recomposição dos reservatórios que abastecem a Região Metropolitana de Curitiba (RMC), que operam atualmente com um terço da capacidade, não é muito animador. A estiagem que já dura um ano no Paraná, com mais intensidade na região Leste (RMC e Litoral) e no Norte Pioneiro, não deve dar trégua até a primavera. A previsão do Simepar é que ela se prolongue, pelo menos, até as próximas chuvas de verão, entre dezembro e fevereiro do ano que vem.

“Podemos esperar um resto de inverno seco, com poucos eventos e chuvas menos intensas até o início da primavera. Mesmo que chova mais na próxima estação do que agora, o volume ainda será insuficiente”, explica o diretor-presidente do Simepar, Eduardo Alvim. “Esta situação preocupa porque precisamos de pelo menos três meses de chuva dentro ou acima da média para conseguir recompor os níveis dos mananciais”, diz.

Além disso, os paranaenses também precisam torcer desde já para que o fenômeno La Ninã, que pode se formar no início do ano que vem, não se concretize. O resfriamento das águas do Oceano Pacífico pode ter como consequência um verão mais seco no Estado, justamente quando são esperadas as chuvas mais intensas, que ajudariam os mananciais a recuperarem o nível normal de vazão. “Se a estiagem se prolongar para o verão, as consequências serão muito graves”, afirma Alvim.

Não é apenas o abastecimento de água que fica comprometido com a falta de chuvas. A estiagem é ruim para o meio ambiente, aumenta o risco de queimadas, reduz a qualidade do ar, causando vários problemas respiratórios em um momento em que o mundo todo se preocupa com a Covid-19, e traz impactos para a economia, afetando a agricultura, a produção industrial e o fornecimento de energia.

ESTIAGEM – Uma passada de olho no mapa do Simepar mostra uma variação de diferentes tons de marrons, que medem a intensidade de estiagem no Estado. Trata-se do SPI, sigla em inglês para o Índice Padronizado de Precipitação. Nas localidades em que o tom é mais escuro – abrangendo parte das regiões Oeste, Central, Sul, Centro-Sul, RMC e Litoral – a ocorrência é de estiagem extrema, a maior em 50 anos. Nas demais, o nível varia de estiagem leve (a pior dos últimos três anos), para moderada (10 anos) a forte (20 anos)

INVERNO - O inverno, que já é um período normalmente seco, tem sido ainda mais árido neste ano. Com exceção de parte do Centro-Oeste e do Sudoeste, a média de chuvas ficou o abaixo do normal em todo o Estado entre maio e julho.

Julho foi mês mais seco: em praticamente todo o Paraná, choveu de 80% a 100% menos do que era esperado para o período. Na estação meteorológica de Curitiba, por exemplo, o acumulado de chuvas foi de 26,4 milímetros em julho, contra 128,4 milímetros em junho, quando as precipitações ficaram próximas à média.

Em nenhuma das estações do Simepar o acumulado ultrapassou 60,2 milímetros no mês passado. O menor índice foi registrado na estação de Maringá, que chegou a apenas 8,6 milímetros.

EMERGÊNCIA - O Paraná está desde maio em situação de emergência hídrica, o que permite a adoção de medidas de racionamento para equilibrar a distribuição de água. Desde o início do ano, dez municípios também registraram ocorrências no sistema da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil por causa da estiagem. Foram eles: Pinhais, Tijucas do Sul, Rio Negro, Iretama, Prudentópolis, Roncador, Nova Tebas, Lidianópolis, Morretes e São João do Triunfo.

ABASTECIMENTO – A possibilidade que falte água para o abastecimento tem sido a maior preocupação da Sanepar, que está tomando novas medidas para mitigar a falta d’água. O nível médio das quatro barragens que abastecem a Região Metropolitana de Curitiba está em 31,09%. A represa do Iraí opera com 11,72% da capacidade, Passaúna com 34,17%, Piraquara I tem 17,21% do nível e Piraquara II 93,06%.

Por causa desta situação, a companhia implantou, em março um rodízio no abastecimento, primeiramente na região Sul de Curitiba e em São José dos Pinhais. Com o passar do tempo, a crise hídrica agravou as vazões de rios e poços que abastecem a região, o que levou a Sanepar a ampliar o rodízio para todas as regiões de Curitiba e Região Metropolitana.

“Acompanhando as chuvas que tivemos no último ano e a previsão para os próximos meses, fica claro que estamos em uma estiagem extremamente severa. Esta situação, combinada às necessidades por causa da Covid-19, levou nossos reservatórios a níveis que nunca estiveram antes, estão muito baixos”, afirma o diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Gonchorosky.

“Com isso, as ações que estamos fazendo, como rodízio, busca por captação alternativa, transposição de rios e a economia da população, estão se mostrando insuficientes”, afirma. “Cabe a nós termos a responsabilidade de tomar novas medidas, mesmo que sejam mais duras, para garantir o acesso à água pela população futuramente. E é papel também de cada um em fazer um uso racional da água, com zero desperdício”, ressalta.

Atualmente, cerca de 750 mil pessoas estão em rodízio todos os dias. Como as medidas ainda são insuficientes, a Sanepar deve endurecer ainda mais este sistema. No restante do Estado, o abastecimento tem se mantido normal. Na Região Oeste, em Medianeira, há uma situação mais crítica, com avaliações periódicas para definir se haverá ou não rodízio.

QUEIMADAS – O grave acidente que aconteceu no domingo (2) em São José dos Pinhais também acendeu o sinal de alerta para outra situação que é agravada pela estiagem. O engavetamento que envolveu 22 veículos, matou oito pessoas e deixou outras 22 feridas foi consequência da falta de visibilidade causada por uma queimada na beira da BR-277, combinada à neblina.

De acordo com os dados do Sysbm, o sistema que contabiliza os atendimentos do Corpo de Bombeiros do Paraná, já foram registrados neste ano 6.640 incêndios em vegetação em todo o Estado, 788 somente em julho e 384 nos últimos 7 dias. No ano passado, o número de focos de queimadas chegou a 12.719, uma média de quase 35 por dia.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Samuel Prestes, explica que praticamente todos esses incêndios são causados por ação humana. “Por causa da estiagem, as nossas matas estão muito secas e, portanto, muito vulneráveis às queimadas. Nós orientamos a população para que tenha cuidado com o manejo do fogo, que evite queimar lixo, fazer queimadas para limpeza de terrenos”, diz. “Com a vegetação seca, os incêndios tomam um volume muito grande rapidamente, podendo atingir uma residência, uma indústria ou causar perda de visibilidade, como na tragédia que aconteceu na BR-277”, ressalta.

“Temos atendido muitas ocorrências por causa da estiagem, sem contar que a crise hídrica também afeta a disponibilidade de água, o principal insumo que usamos para apagar os incêndios”, ressalta o coronel Prestes.

“Não temos como controlar as condições atmosféricas, mas o início do fogo é feito pelo ser humano, que deve evitar e ter cuidado com o manejo. Contamos com o apoio de toda a população, para que seja mais cautelosa e cuidadosa no uso do fogo”, orienta.

MEIO AMBIENTE – A situação levou o Instituto de Água e Terra (IAT) a publicar uma portaria que suspende por 30 dias a prática de queima controlada na cultura de cana-de-açúcar. Isso porque as queimadas também são responsáveis pelo aumento do chamado material particulado, que amplia a poluição atmosférica.

A gerente de Licenciamento Ambiental do IAT, Ivonete Chaves, explica que a baixa umidade atmosférica, agravada pela falta de chuvas e pela fumaça, aumenta a dispersão de partículas, trazendo problemas respiratórios tantos para os humanos, como para os animais. “Nas cidades, a fuligem das fábricas e dos carros fica mais presente no ar. No meio rural, há a questão das queimadas e da poeira das estradas não pavimentadas, o que agrava muito os problemas respiratórios. As pessoas ficam com a boca, olhos e nariz secos, há dificuldade para respirar”, diz.

Outro problema diz respeitos aos rios e lagos, que estão com menor vazão. “A falta de água nos corpos hídricos aumenta a concentração de poluentes, como se o rio não tivesse a capacidade de dissolver essas partículas. É um problema sério que causa falta de oxigênio na água, aumentando a mortalidade dos peixes e trazendo um custo maior para o tratamento sanitário”, explica Ivonete.

ENERGIA – Outro setor que é afetado pela estiagem é o de energia, já que a falta de chuvas interfere no armazenamento dos reservatórios das hidrelétricas. Na região Sul do Estado, a Copel registrou o pior nível dos últimos 20 anos nos lagos de suas usinas. Porém, mesmo com a situação preocupante dos reservatórios, não há risco de falta de energia, porque o suprimento para a região Sul do Brasil é complementado com energia proveniente do Sudeste.

A existência do Sistema Interligado Nacional e a capacidade de intercâmbio energético entre as regiões, através de redes de transmissão robustas, garantem o atendimento da demanda nesse período crítico, explica o gerente do Centro de Operações de Geração e Transmissão da Copel, Ricardo Rodrigues de Almeida.

O Operador Nacional do Sistema (ONS), responsável pelo planejamento energético e controle do sistema, adotou, no início do ano, uma política de redução da geração de energia nas hidrelétricas do subsistema Sul e aumentou o intercâmbio da região Sudeste com o Sul. “O sistema tem uma dependência muito grande da geração hidráulica. Com a estiagem, esta operação tem sido bastante prejudicada por causa da baixa disponibilidade dos reservatórios”, explica Almeida. “Nossa energia vem sido suprida, na maior parte dos dias, pelo que é produzido nos outros estados”, diz.

Até a sexta-feira (07), os dados disponibilizados pela Copel na página de monitoramento hidrológico mostravam que o reservatório de Foz do Areia estava com 42% do volume útil e o de Salto Santiago com 38%. Ambos estão localizados na bacia do Rio Iguaçu e representam, juntos, 47% de todo o subsistema.

A situação também é crítica em outras bacias, como a do Tibagi. O reservatório da Usina Governador Jayme Canet Junior (Mauá), que também cumpre uma função de regularização no Tibagi, está em 35%.

A Copel disponibiliza ao público as medições coletadas nos postos de monitoramento hidrológico, que geram dados em tempo real da vazão dos rios onde tem usinas. Esses dados são usados para subsidiar o trabalho das equipes de operação e podem ser acessados na página www.copel.com/monitoramento

MESA EXECUTIVA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO PARANÁ FOI REELEITA

Eleita a Mesa Executiva da Assembleia Legislativa para o segundo biênio da 19ª Legislatura.. Créditos: Dálie Ferlberg / Orlando Kissner

A eleição da Mesa Executiva da Assembleia Legislativa do Paraná para as terceira e quarta sessões legislativas da 19ª Legislatura, período que vai de fevereiro de 2021 a janeiro de 2023, foi realizada nesta segunda-feira (10). Com 48 votos favoráveis e seis abstenções, foi eleita a chapa Parlamento Forte, única inscrita, comandada pelo deputado Ademar Traiano (PSDB) que em fevereiro de 2021 assumirá seu quarto mandato como presidente do Poder Legislativo.

Para Traiano, a reeleição é resultado das inovações realizadas pelo Poder Legislativo e “fruto da unidade e construção de todo um grupo que trabalha pelo bem do Paraná. Continuaremos trabalhando sempre com o respeito, a harmonia e buscando a construção de pontes permanentes. Estamos fazendo com que a Assembleia Legislativa seja uma das mais importantes da Federação com medidas que podem avaliar nosso trabalho e fortalecer cada parlamentar que aqui está. E esse continua sendo nosso objetivo e dar uma nova identidade para que a população possa passar a enxergar o Poder Legislativo com mais respeito”.

O presidente destacou ainda diversas medidas que foram adotadas pela Assembleia Legislativa e contribuíram para o desenvolvimento do Estado. “Prevalece nesse momento as medidas que a Mesa vem implementando ao longo desse período de pandemia e a experiência que adquirimos ao longo de todo o período que aqui na Assembleia estamos, principalmente, como presidente da Casa a gente pode oferecer muito ao Paraná e a segurança de todas as medidas administrativas e àquelas que são de interesse do Estado”, declarou. “A condução do processo legislativo, apesar de sermos um órgão independe, é fundamental para que se dê celeridade para ações. Esse é o grande objetivo da nossa permanência na Casa. E é assim que pautamos nossa trajetória e vida política”, completou.

Traiano falou ainda sobre a dificuldade de admininistrar um Poder nesse período delicado para todos, a pandemia do coronavírus. “Este ano e meio que estamos no comando da Assembleia vivemos experiência de toda a ordem, sempre afirmo que imagino que nenhum presidente da Casa viveu o que vivi. Crises, invasões, praticamente criando impasse de toda a ordem quando da votação da reforma administrativa, da reforma fiscal, da reforma da previdência e tive, nesse período, que gerenciar crises permanentes ao longo desses 6 anos à frente do Poder Legislativo. Nesse período é um momento atípico, onde tivemos que nos reinventar visando sempre o interesse comum. A Assembleia deu a sua contribuição, foi ao limite do que poderia ser feito para dar a segurança jurídica para todas as medidas fundamentais principalmente nesse período de pandemia para socorrer a vida de todos os paranaenses”, concluiu.

Os deputados Luiz Claudio Romanelli (PSB) e Gilson de Souza (PSC) seguem à frente da primeira e segunda Secretarias, respectivamente, pelo segundo mandato.

O primeiro secretário, disse que a reeleição faz com que a gestão austera dos recursos públicos na Assembleia seja mantida. “Indiscutivelmente conseguimos nesse ano de 2020, em meio a pandemia, manter o funcionamento regular do parlamento e votamos leis extremamente importantes e claro as parcerias construídas com o Governo, como o repasse dos R$37,7 mi do Fundo de Modernização da Assembleia, e agora a última ação efetiva, considerando que é uma grande expectativa, que o Governo poderá fornecer a vacina para o coronavírus. Todos acompanhamos o esforço mundial para que tenhamos uma vacina eficaz e antecipamos aqui. O governo precisa de dinheiro e repassamos justamente como demonstração de respeito por conta da gestão austera que a Assembleia faz para com os parnaaenses”, relatou.

Romanelli disse que o próximo período como primeiro secretário será de continuidade nas ações de modernização da Assembleia Legislativa. “Continuidade das ações que temos feito, que buscam austeridade do dinheiro público, dando transparência ao que estamos fazendo. Completamos um ano do Sistema Eletrônico de Informação e diria que essa plataforma deu grande transparência e agilidade a toda administração da Assembleia e aprofundando com que todo o processo legislativo seja 100% on-line do ponto de vista eletrônico. Aproveitando esse momento para desenvolver esse sistema. Mudar algumas coisas de forma definitiva, simplificando, reduzindo despesas e dando grande racionalidade ao que fazemos”.

A novidade na composição da Mesa Executiva é a indicação do deputado Tercílio Turini (CDN) como primeiro vice-presidente, atualmente ele ocupa a função de segundo vice-presidente. O novo nome e que assumirá a função de segundo vice-presidente é o deputado Do Carmo (PSL). Como terceiro vice-presidente permanecerá o deputado Requião Filho (PMDB).

Nas funções de secretários, o deputado Gilberto Ribeiro (PP), atual terceiro secretário, passará a ocupar a quinta Secretaria, que hoje é comandada pelo deputado Alexandre Amaro (Republicanos) que conduzirá a terceira secretaria. Já na quarta secretaria permanece o deputado Nelson Luersen (PDT).

Perfil

Ademar Traiano (presidente) - Advogado e empresário, iniciou na vida pública como vereador em Santo Antônio do Sudoeste, em 1982. Presidente da Assembleia Legislativa por três mandatos, foi governador interino em três oportunidades. Atualmente cumpre o oitavo mandato como deputado estadual.

Tercilio Turini (1° vice-presidente) - Médico e professor universitário, Tercilio Turini exerce o terceiro mandato de deputado estadual. Ocupa atualmente o posto de segundo vice-presidente da Assembleia. Representa as regiões Norte, Norte Pioneiro, Vale do Ivaí e algumas áreas do Centro e Noroeste do Paraná.

Do Carmo (2° vice-presidente) - Paulo Rogério do Carmo tem 40 anos e é natural de Maringá, onde exerceu o cargo de vereador. Advogado, possui pós-graduação em Direito Aplicado e Direito e Processo Penal. Iniciou carreira na Polícia Militar do Paraná em 1997, sendo posteriormente aprovado no concurso de Cabo da Polícia Militar em 2005 e no concurso de Sargento em 2007. Cumpre seu primeiro mandato como deputado estadual.

Requião Filho (3° vice-presidente) - Advogado formado pela CEUB e Especialista em Políticas Públicas, Maurício Thadeu de Mello e Silva é curitibano e exerce seu segundo mandato como deputado estadual. É filho do ex-Senador e ex-Governador do Paraná Roberto Requião. É o atual 3º vice-presidente da Mesa Diretora da Assembleia.

Luiz Claudio Romanelli (1° secretário) - Luiz Claudio Romanelli é advogado e especialista em gestão urbana. Atual 1° secretário da Assembleia, cumpre seu quinto mandato. Antes disso, foi vereador em Curitiba. Também exerceu os cargos de secretário estadual de Habitação, presidente da Cohapar e secretário estadual do Trabalho, Emprego e Economia Solidária. Também atuou na iniciativa privada nas áreas de obras e importação.

Gilson de Souza (2° secretário) - Gilson de Souza cumpre seu terceiro mandato na Assembleia. Atualmente ocupa a 2° Secretaria da Cassa. É formado em Teologia e Gestão Pública, além de ser pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ) e membro do Conselho Estadual da IEQ. No Partido Social Cristão (PSC), o deputado Gilson é o vice-presidente do diretório estadual.

Alexandre Amaro (3° secretário) - Alexandre Amaro é natural de Santo André (SP) e vive no Paraná desde 2010. Exerce seu primeiro mandato como deputado estadual, ocupando atualmente o cargo de 5° secretário da Casa. Atua como radialista e apresentador e já trabalhou como gerente em instituição financeira. É graduado em Teologia pela FATERJ.

Nelson Luersen (4° secretário) - Nelson Luersen é catarinense e ocupa seu quarto mandato como deputado, sendo um deles como suplente. Foi três vezes prefeito de Planalto. Atualmente ocupa o cargo de 4° secretário da Assembleia.

Gilberto Ribeiro (5° secretário)
- Catarinense de Lages, o deputado estadual José Gilberto do Carmo Alves Ribeiro exerce seu terceiro mandato. É radialista, jornalista e apresentador de televisão. Foi eleito em 2010 pela primeira vez. Atualmente ocupa o cargo de 3° secretário da Assembleia.

Via Comunicação social da ALEP

Fachin nega recurso da PGR para ter acesso a dados da Lava Jato

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou hoje (10) pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para suspender sua própria decisão que impediu a entrega todas as bases de dados das investigações realizadas pelas forças-tarefas da Operação Lava Jato em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Paraná.

Na decisão, Fachin não reviu seu entendimento sobre a questão, mas definiu que vai levar o caso para julgamento no plenário do STF. A data ainda não foi definida. O ministro também determinou que os procuradores responsáveis pelas forças-tarefas sejam notificados para apresentarem manifestação antes da análise pelo pleno.


No dia 3, Fachin revogou a liminar proferida em julho pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, autorizando a PGR a realizar a cópia dos dados das forças-tarefas. A anulação da decisão de Toffoli ocorreu por motivos processuais. Segundo Fachin, a ação utilizada pela PGR para pedir que os dados fossem enviados não pode ser usada para esse fim.

No recurso apresentado na semana passada, o vice-procurador geral, Humberto Jacques de Medeiros, pediu que Fachin mudasse sua decisão sobre a questão.

Medeiros disse que os integrantes das forças-tarefas são designados pela PGR. Dessa forma, os procuradores não podem reter informações sobre as investigações em andamento. Segundo o vice-procurador, não há intenção em fazer “devassa de documentos”.

Renault apresenta proposta para recontratar 747 trabalhadores demitidos em julho

Fábrica da Renault em São José dos Pinhais, no Paraná — Foto: Divulgação
A fábrica da Renault apresentou nesta segunda-feira (10) uma proposta para recontratar os 747 trabalhadores dispensados dos postos de trabalho no fim de julho.

O acordo foi feito em conjunto com o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC).

Os funcionários precisam votar pela internet se aprovam ou não a proposta até as 14h de terça-feira (11) ou até atingir 80% dos votantes.

No dia 21 de julho, a fabricante anunciou o fechamento do terceiro turno de produção da planta de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

No dia seguinte, os trabalhadores entraram em greve. À época, o Sindicato dos Metalúrgicos informou que a paralisação ocorreria até a negociação sobre a reversão das demissões.

A empresa justificou as demissões no dia 21 de julho "em função da necessidade de adequação do quadro, motivado pelo agravamento da crise gerada pela Covid-19". A montadora afirma que as vendas caíram 47% no primeiro semestre e não há perspectiva de retomada do mercado.

Caso seja aprovada a proposta, a greve será encerrada e os trabalhadores voltam ao expediente normal a partir da quarta (12), com exceção dos 747 trabalhadores readmitidos, que ficarão em casa mas recebendo salário, até que seja concluído o Plano de Demissão Voluntária (PDV), em 20 de agosto.



Decisão judicial

Em 6 de agosto, a Justiça do Trabalho havia aceitado um recurso do Ministério Público do Trabalho (MPT) para reintegrar os funcionários demitidos.

No entendimento da juíza do trabalho Sandra Mara de Oliveira Dias, a fábrica, ao optar pela demissão em massa dos trabalhadores, descumpriu um acordo firmado previamente com o Ministério Público do Trabalho (MPT) de submeter esse tipo de decisão a uma negociação coletiva com o sindicato que representa os profissionais.

Ainda conforme a decisão judicial, a dispensa coletiva sem prévia negociação coletiva violou a Constituição Federal.

"Em especial os princípios constitucionais da intervenção sindical nas questões coletivas trabalhistas (art. 8º, III e VI), do diálogo social e da valorização da negociação coletiva (art. 114, § 1º e 2º). Desse modo, tem-se por configurada a inconstitucionalidade de dispensas coletivas sem prévia negociação coletiva", diz trecho da decisão.

ELEIÇÕES 2020:Cabo Joel confirmA sua pré-candidatura a Vereador em Laranjeiras do Sul

 

O Cabo Joel confirmou ontem (10) a sua pré-candidatura a Vereador em Laranjeiras do Sul

Antonio Joel Demetrio é uma pessoa muito conhecida em Laranjeiras do Sul e região, por 25 anos prestou serviço na PMPR, sendo que destes 25 anos, 22 anos trabalhou com a Educação (escolas) e por 17 anos ministrou aulas e palestras pelo PROERD.

Atualmente é Cabo da Reserva da PMPR

Formação

Técnico em contabilidade
Bacharel em administração
Pós graduação em gestão pública. ( pela UNICENTRO).

Cabo Joel é pré-candidato a Vereador em Laranjeiras do Sul

Nota de apoio ao apresentador Sikera Júnior na luta contra os ataques infames contra símbolos sacros da fé cristã


A associação de blogs, portais, sites e profissionais de imprensa do estado do Amazonas, divulgou nota nesse dia nove de agosto de 2020 em favor do apresentador dos programas ALERTA NACIONAL e ALERTA AMAZONAS, Sikera Júnior, o presidente da ASBPIAM, diz que o apresentador não está sozinho na lutra contra os ataques infames contra símbolos sacros da fé cristã. ” Essa luta apenas começou, não podemos baixar nossas cabeças para aqueles que tentam afrontar nossa fé, eles podem fazer tudo contra nossa fé, conta aquilo que defendemos mas, nós não podemos falar nada! Temos que aceitar tudo calado com medo de processo? Não! Somos um exército de pais e mães de pais que respeita A FAMÍLIA! Que respeita a opção sexual das pessoas porém, não ficaremos agachados diante do escárnio promovido por um bando de desequilibrados que entendem que para “lacrar” precisam humilhar, acharcar e denegrir a imagem da fé brasileira.” Para que o mal triunfe, basta que os bons de calem. Silkera Júnior, não estás sozinho. Estamos esperando a nota dos BISPOS, PADRES, APÓSTOLOS, MISSIONÁRIOS e todos que possuem autoridade eclesiástica, os que pregam a fé genuína, não podem temer esses malfeitores.

Marcelo Generoso- Presidente da ASBPIAM

Dia 11 de agosto, dia do Advogado, parabéns a todos!!


11 de agosto, dia do Advogado

A criação das primeiras faculdades de Direito, em 1827, é o motivo que originou a comemoração em 11 de agosto do Dia do Advogado no Brasil. 

Passados quase dois séculos, em 2020 o grande desafio da profissão tem sido garantir o acesso dos cidadãos à justiça plena durante a pandemia de Covid-19.

segunda-feira, agosto 10, 2020

COVID-19:Rio Bonito do Iguaçu tem apenas um caso ativo

 

Adolescente de Saudade do Iguaçu é encontrado morto em Chopinzinho

Adolescente de Saudade do Iguaçu é encontrado morto em Chopinzinho

Um jovem de 16 anos residente na cidade de Saudade do Iguaçu foi encontrado pela família na tarde desta segunda-feira (10), morto no interior de Chopinzinho. O Adolescente Luan Gaspar da Silva, foi vítima de um acidente de trânsito na comunidade do Bugre.

Segundo a mãe, o menor havia saído de casa no sábado (08), com destino à Chopinzinho onde ficou na casa de amigos, para nesta segunda-feira entregar uma peça de moto em uma mecânica. Como o adolescente não dava notícias a família veio a procura. A informação repassada à família foi de que depois de entregar a peça saiu na companhia de alguns amigos com destino a comunidade do Bugre, porém, Luan não chegou ao destino.

A mãe disse que ao passar por um local onde a cerca de arame farpado estava arrebentada decidiu verificar. Ao longe visualizou a moto que o rapaz pilotava, Yamaha XTZ 125, e ao lado o garoto já sem vida.

A Polícia Militar foi acionada e fez o isolamento do local até a chegada da criminalística e IML de Pato Branco.

Foto: Edson Zuconelli/Extra FM - Via RBJ