quinta-feira, julho 27, 2017

Secretário Artagão Júnior, Presidente da OAB-PR e comitiva reforçam pedido da criação da comarca de Candói



A criação da Comarca de Candói foi tema de discussão no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), nesta quinta-feira (27). O secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, deputado Artagão Júnior, acompanhou vereadores, comerciantes e demais representantes da sociedade civil de Candói, Foz do Jordão e Reserva do Iguaçu na reunião com o presidente do TJ-PR, Renato Braga Bettega. O presidente da OAB Paraná, José Augusto Araújo de Noronha, também participou da audiência.

Além dos problemas com a distância dos três municípios de Guarapuava (cerca de 100 km), atual sede da Comarca, há ainda o sobrecarregamento das demandas.

“Cerca de 40 mil pessoas da região serão beneficiadas. O processo está formalizado, já está em votação no órgão especial do TJ. Viemos hoje em comitiva para pedir celeridade”, disse Artagão Júnior.

O presidente da OAB também falou da agilidade que a criação da Comarca de Candói trará. “Temos o exemplo da criação da 3ª Vara Criminal em Guarapuava que desafogou o número de processos”, argumentou.

O vereador José Carlos Aparecido Modesto (JK), de Candói, falou que a expectativa é grande. “Há muito tempo estamos trabalhando para a criação da comarca, pois demora muito para andar os processos, como a legalização de imóveis, por exemplo. Agora, com o secretário da Justiça, deputado Artagão Júnior, nos liderando neste pleito, estamos confiantes”, ressaltou JK.

O presidente do TJ-PR garantiu que pedirá agilidade nas votações do órgão especial e que em breve terá uma resposta definitiva para a solicitação. Artagão Júnior aproveitou para convidá-lo a estar visitando a região.

Fórum

Para agilizar a criação da comarca, a prefeitura de Candói já se comprometeu a disponibilizar as instalações do fórum no prédio da estação rodoviária, que se encontra ocioso, e até mesmo bancar eventuais adequações na estrutura.

Nenhum comentário: