segunda-feira, maio 31, 2010

Vacinação contra a Gripe A vai até 2 de junho

O Ministério da Saúde ampliou a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe H1N1 para crianças de dois a cinco anos de idade e estendeu o prazo para pessoas com idade entre 30 e 39 anos e gestantes tomarem a vacina.

Jovens entre 20 e 29 anos de idade e doentes crônicos que não tomaram a vacina também poderão receber o medicamento até o dia 2 de junho. Depois dos grupos prioritários incluídos na vacinação, as crianças com idade de 2 a 4 anos e 11 meses estão na faixa etária que apresenta maior vulnerabilidade a desenvolver complicações pela gripe A.

Em Laranjeiras do Sul, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) tem superado todas as metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde. O percentual de crianças entre 6 meses e 2 anos de idade vacinadas chegou a 96%. A vacinação entre os jovens de 20 a 29 anos de idade atingiu 84%. Já entre as gestantes, foram vacinados 82%.

O número de doentes crônicos com menos de 60 anos imunizados chegou a 150%. Já o percentual de doentes crônicos com mais de 60 anos, atingiu 400%. Entre indígenas e profissionais de saúde, o percentual também ultrapassou os 100%. Ocorre que pessoas que moram em outras cidades tomaram a vacina aqui, por isso, o percentual rompe a barreira dos 100%.

A única meta que ainda não foi atingida pela Semusa é justamente da quinta etapa, que é formada por pessoas entre 30 e 39 anos de idade. Até o fim do prazo original de vacinação, a Semusa havia imunizado 78% do público-alvo – a meta é de 80%.

Budel, Ricardo Barros e Beto Richa estiveram juntos no sudoeste


O pré candidato do PSDB a deputado federal Carlos Budel atual presidente do legislativo de Foz do Iguaçu, marcou presença no Sudoeste ao lado de Beto Richa e Ricardo Barros pré candidatos ao governo e ao senado federal "visitar esta região tras ainda mais conhecimentos dos anseios que esta região presiza e assim possamos defender no congresso nacional comentou Budel"

Com informação do Pimentinha

Osmar Dias é o senador mais influente do Paraná, segundo levantamento do Diap

O líder do PDT no Senado Federal, Osmar Dias, é o único senador do Paraná a figurar na lista Cabeças 2010, que mapeou os 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. O levantamento é organizado pelo Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar), entidade constituída por cerca de 900 entidades sindicais de trabalhadores que fiscaliza a atuação dos parlamentares.

No Paraná, além do senador Osmar Dias, a lista traz os nomes dos deputados federais Abelardo Lupion (DEM), Gustavo Fruet (PSDB) e Luiz Carlos Hauly (PSDB).

Entre os 100 “Cabeças” do Congresso, há 69 deputados e 31 senadores. Os dois partidos com maior número de parlamentares na elite são o PT, com 22 nomes, e o PMDB, detentor da maior bancada na Câmara dos Deputados e no Senado, com 17. Na terceira posição em número de parlamentares está o PSDB, com 14 nomes.

A edição de 2010 do levantamento é a 17ª na série histórica e indica as principais lideranças do Parlamento, bem como os nomes que estão em ascensão nas duas Casas do Congresso: Câmara dos Deputados e Senado Federal.

No levantamento o Diap leva em conta o trabalho dos parlamentares com relação às decisões democráticas, atuações apartidárias, pluripartidárias ou suprapartidárias, o conhecimento técnico e a atuação como instrumento da classe trabalhadora.

Para discutir Plano de Governo, Beto Richa vai a municípios do Oeste nesta quarta-feira (2)


O pré-candidato do PSDB ao Governo do Paraná, Beto Richa, vai a Toledo e outros oito municípios do Oeste do Estado nesta quarta-feira (2), para discutir seu Plano de Governo. Prefeitos da região entregarão a Richa um documento com 18 propostas para o desenvolvimento social e econômico da região.

Richa participará de encontros suprapartidários também em Ouro Verde do Oeste, São Pedro do Iguaçu, Vera Cruz do Oeste, Ramilândia, Itaipulândia, Diamante do Oeste, São José das Palmeiras e Santa Helena. “Um programa de governo só se mantém de pé se for 100% legitimado pela vontade popular”, afirma Richa. Desde abril, ele visitou 80 municípios e participou de encontros com mais de 15.000 pessoas.

Entre as propostas do documento a ser entregue a Richa estão: estudos de pré-viabilidade para conexão ferroviária Cascavel-Ciudad Del Este-Maria Auxiliadora; o desenvolvimento das hidrovias Paraguai/Paraná e Tietê/Paraná; implantar portos intermodais em Foz nos rios Iguaçu e Paraná; ampliação e revitalização do aeroporto de Foz; duplicação da rodovia das cataratas (BR 469); e duplicação da BR 277 no trecho entre Medianeira e Cascavel .

“Cabe ao Governo do Estado unir suas lideranças políticas e empresariais e atuar como interlocutor junto à União, a fim de que o Paraná seja contemplado com as obras que e com os recursos que, há muitos anos, têm sido subtraídos do Estado na hora de fazer a divisão do bolo federativo”, diz Richa. “Passou a hora de O Estado se levantar contra essa discriminação.”

Para Richa, o Governo do Estado também precisa fortalecer as ações de segurança na fronteira, o que inclui não apenas Foz do Iguaçu, mas toda a região. “Isso deve ser feito com a ampliação dos efetivos da Polícia Militar e com uma parceria eficaz com a Polícia Federal, seja em ações de inteligência ou em operações conjuntas na fronteira.”

Deputado Litro e Padre Lessir, quem vai, quem fica..ou os Dois?

Padre Lessir e Dep. Litro, duelo nas eleições de 2010...

Sudoeste

Restam poucos dias para começar pra valer a campanha eleitoral,com as convenções realizadas, os nomes divulgados , os candidatos começam a correr atrás dos votos. Em dois Vizinhos tudo indica que haverá dois candidatos a deputado estadual, a disputar votos: Luiz Fernandes Litro(PSDB) e o padre Lessir Canan Bortoli ( PDT),na possível maior rivalidade da historia do município.

Atualmente , o único representante na assembleia legislativa è Luiz Fernandes Litro, com base forte na região , sendo pré candidato a reeleição. Na eleição passada, fez 42 mil votos em 190 municipios, alcançando 8.182 votos em Dois Vizinhos e esta trabalhando para ultrapassar este numero em 2010. Terà como base de frente da sua campanha a candidatura de Beto Richa ao governo do estado . No dia 12 de junho o PSDB realiza convençao nacional para escolha do candidato a presidência, no Paraná a convenção tucana acontece dia 11 de junho. Oficializados os nomes restarà o registro no TRE para dar largada oficial a campanha.

Do outro lado o ex-prefeito de Dois Vizinhos, Padre Lessir Canan Bortoli pouco aparece publicamente, longe da política atua como pároco em Renascença, porém sem deixar de estar atento ao cenário político local , sempre que pode vem a Dois Vizinhos, conversa com eleitores , vereadores e ouve sugestões, Recebe apoio e elogios em varias cidades do sudoeste. Nos dois mandatos em que foi prefeito fazem , com que Padre Lessir saiba onde por os pés.

Se oficializada sua candidatura, afunilará uma disputa com o pré- candidato Zucchi do PDT , o qual tem eleitores em Dois Vizinhos e inclusive recebe apoio do presidente da câmara , que logo poderá se deparar em uma encruzilhada. Nas contas de partidários de Lessir, a votos suficientes para uma vitoria. Em razão a um contra tempo com o Ex-Governador Roberto Requiao, na eleição municipal de 2008, Lessir deixou o PMDB e foi ao PDT de Osmar Dias , dando uma “esfriada’” no partido, em Dois Vizinhos , filiados do PMDB, foram ao PDT, e somam a fila pedetista, mas na cidade os peemedebistas vão trabalhando para reegeler Caito. Com esta jogada Lessir ficou muito próximo a Osmar Dias, Lessir deixa transparecer que se arrepende em não ter apoiado Osmar Dias na eleição de 2006, sendo que agora è fiel aliado ao senador pedetista.

Oficialmente Lessir não fala em ser candidato,mas, na leitura do cenário atual explica algumas situações, que o Padre já articula junto a diocese , sua situação , junto a paróquia de Renascença.

Agora, vale lembrar que o deputado Litro terá o apoio o pré- candidato Beto Richa,o apoio do prefeito Ramunski, único nome do PSDB, em Dois vizinhos, por outro lado a crise na assembléia a qual manchou a Imagem de alguns deputados, eleitores descontentes com a água fria no senador Alvaro Dias .Jà Lessir conta com grande numeros de eleitores , em Dois Vizinhos, nos seus dois mandatos para prefeito, seu convencedor e afinado discurso, e suas grandes ações realizadas, quando prefeito.

Pelo lado que pode vir a ser negativo a Lessir, o seu afastamento do PMDB, Estreitamento com zucchi, e ainda sua pendência junto à Diocese.

Aos eleitores , basta esperar e acompanhar o desenvolvimento desde pleito, que com certeza vai dar o que falar.

PRF de Laranjeiras do Sul faz apreensão de maconha embalada a vacuo

A Polícia Rodoviária Federal de Laranjeiras do Sul interceptou 21,5 quilos de maconha embalada a vácuo, no fundo falso do banco traseiro de um veículo Fiat Tipo de São Paulo e prendeu o condutor Luiz Marques do Santos, de 34 anos.

O que chamou a atenção da polícia foi a nova forma de embalar a droga, nos tradicionais pacotes amarelos por cima e com embalagens secundárias a vácuo para inibir o cheiro. Segundo o policial Alessandro Bebici, é a primeira vez que a PRF de Laranjeiras encontra maconha embalada dessa maneira. O veículo vinha de Foz de Iguaçu, tendo como provável destino a cidade de São Paulo.

Caciques do PDT nacional autorizaram Osmar Dias e o partido apoiar Beto Richa no Paraná

Caciques da direção nacional do PDT reuniram-se neste final de semana para avaliar a aliança com o PSDB no Paraná,a reunião manteve o posicionamento anterior, posicionamennto este que autoriza o senador Osmar Dias e o PDT no Paraná a concretizar a aliança com o PSDB, sendo assim o senador Osmar Dias concorrerá a reeleição ao senado federal, o anúncio oficial do PDT acontecerá no próximo dia 10, dia da convenção do partido no estado do Paraná, o PSDB fará sua convenção estadual dia 11.

Confira abaixo como ficará a aliança na majoritária e ao senado
Beto Richa (PSDB) será candidato a governo

Augustinho Zuchi (PDT) será candidato a vice-governador

Osmar Dias (PDT) será candidato a releição ao senado federal

Ricardo Barros (PP) será candidato a senador

Não precisa nem "envocar" o bruxo Minotto para "prever" os acontecimentos acima descritos, tudo está concretizado, enfim a aliança dos sonhos nas eleições de 2010 no Paraná.

Gleisi e Requião, sonho ao senado muito distante da realidade

Na piranbeira da eleição estão nesse momento o ex-governador Roberto Requião (PMDB) e a Gleisi Hoffmann (PT), esposa do ministro Paulo Bernardo, que estão de cabelos em pé e perdendo o sono, devido ao sonho da cadeira no senado ficar cada dia mais distante....

André Vargas, péssimo articular político

O articulador negativo da frustada tentativa de aliança entre PDT e PT foi o deputado federal André Vargas, onde ficou fazendo desaforos ao senador Osmar Dias , André Vargas "achou" que o senador Osmar Dias iria "comer" na mão do PT, mas o senador mostrou e confirmou ao povo paranaense que tem caráter e dignidade, características dificilmente encontradas em "alguns" petistas......

O grande articulador tucano

Não podemos esquecer do esforço e o grande poder de articulação política do deputado estadual e presidente do PSDB no PR, Valdir Rossoni foi cauteloso quanto as articulações, foi calculista, estratégico e sempre acima de tudo soube conduzir todas as conversas com demais partidos, sempre respeitando os pré-candidatos e partidos que hoje fazem parte dessa grandiosa aliança formada (PSDB,PDT,PR,DEM,PP,PTB) para um Paraná muito melhor.

VQV!!!!

Leia no link abaixo mais uma matéria relacionada a grande aliança
http://olhoabertopr.blogspot.com/2010/05/alianca-entre-osmar-dias-pdt-e-beto.html

domingo, maio 30, 2010

Cocaína: o mal que Evo morales ,“querido por Lula" faz ao Brasil, José Serra e Alvaro Dias detonam narcotráfico Boliviano

Com Evo Morales na Presidência da Bolívia, mais droga passou a entrar pela fronteira brasileira. Nas próximas eleições, ele ganhará mais cinco anos

Não há país na América Latina em que o discurso politicamente correto e demagógico possa produzir resultados tão desastrosos quanto a Bolívia. Não há país da região que possa ser tão afetado por causa disso quanto o Brasil. No poder desde 2006, Evo Morales prega uma versão local do socialismo, o indigenismo e o bolivarianismo. Os resultados foram vistos quando ele nacionalizou as refinarias de gás pertencentes à Petrobras. Outro recurso natural que Morales defende com veemência é a coca, planta típica da região andina usada desde os tempos pré-colombianos. A folha é mascada pelos bolivianos ou macerada no chá - aumenta a resistência à altitude e ao trabalho braçal, embora em nada se compare aos efeitos eufóricos do seu derivado mais poderoso e deletério, a cocaína. O presidente da Bolívia trabalhou como plantador de coca e já mascou as folhinhas até em encontro da ONU em Viena. Na nova Constituição escrita sob seu comando, a planta ganhou o status de “recurso natural renovável da biodiversidade da Bolívia e fator de coesão social”. Nenhum problema, exceto pelo fato de que as folhas destinadas ao uso proibido, como matéria-prima do crack e da cocaína, ultrapassam vastamente as do uso permitido e tradicional. Em quatro anos, a produção de pasta-base de coca e de cocaína na Bolívia aumentou 41%. A maior parte é traficada para o território brasileiro, onde abastece o vício, a criminalidade e a corrupção. Muita droga entra no Brasil, proveniente dos vizinhos produtores e destinada a outros consumidores, mas a que fica é, majoritariamente, a boliviana, de pior qualidade. Das 40 toneladas de cocaína consumidas anualmente no país, mais de 80% são da Bolívia.

José Serra detona Morales
José Serra parece mesmo convencido de que, sob Evo Morales, a Bolívia é uma fazenda de folhas de coca.

Na sexta (28), enquanto Lula festejava Evo no Rio, Serra respondia, em Recife, à nota da chancelaria boliviana.

“Inescrupulosas”, eis o vocábulo que o governo boliviano usou para responder às acusações de Serra de que seria “cúmplice” de traficantes.

Em resposta à resposta, Serra disse: “Tem o valor de uma nota de três reais. Quanto vale uma nota de três reais?…”

“…Você acha que o governo boliviano, que coonesta a exportação de droga, cocaína ilegal para o Brasil, vai dar uma declaração: ‘o José Serra tem razão’? É claro que ele só pode dizer o contrário”.

Repisou a tecla de que o governo companheiro de Evo “tem feito corpo mole” no combate ao narcotráfico.

Acha que o Brasil deve pressionar “fortemente” a Bolívia. “Não pela força, mas pela pressão moral”.

Alvaro Dias apoia críticas feitas por José Serra
O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) manifestou em Plenário, nesta quinta-feira (27), seu apoio ao pré-candidato José Serra por ter acusado o governo da Bolívia de ser cúmplice com o tráfico de drogas para o Brasil. Serra fez a declaração ontem em entrevista à Rádio Globo, durante visita ao Rio de Janeiro.

Para Alvaro Dias, as críticas dirigidas a Serra em blogs foram indevidas, já que o pré-candidato tucano citou dados divulgados pelo escritório da Organização das Nações Unidas (ONU) para Drogas e Crime, segundo os quais cerca de 90% da cocaína consumida no Brasil é proveniente da Bolívia.

Fabio Campana é um funcionário "fastasma" da ALEP?

Parece que a assembléia legislativa é uma “MÃEZONA” mesmo, agora o nome que vem a tona é do jornalista politico Fabio Campana, ele figura nas lista dos “funcionários ” daquela casa, mas as perguntas e questionamentos não param e vamos a elas:

Em que departamento, seção, gabinete ou etc.. Fabio Campanha presta serviços?

Será que a frase de seu site tem haver com isso ” Fábio Campana – Política, cultura e o poder por trás dos panos.?

Fabio Campana é um funcionário fastama da ALEP?

Confiram no link abaixo as publicações oficiais sobre o funcionário Fabio Campana
http://www.gazetadopovo.com.br/vidapublica/diariossecretos/pordentro/ficha.phtml?nome=LUIZ%20FABIO%20CAMPANA

Site da OAB/ Pr foi hackeado

O site da OAB/ Pr foi hackeado neste domingo, hackers "picharam" o site com a imagem do presidente da república....(clique na imagem para ampliar)

http://www.oabpr.org.br/

Compra da rádio educadora está sendo investigada

Matéria retirada por determinação judicial pelo juiz MARCELO ANTONIO CESCA, juiz federal substituto na titularidade plena

MP aponta “desfalque” de R$ 10 milhões nos cofres públicos durante mandato do ex-prefeito Pedro Papin em Ivaiporã

O ex-prefeito de Ivaiporã, região central do Paraná, Pedro Wilson Papin foi denunciado pelo Ministério Público (MP) por improbidade administrativa por várias irregularidades durante a gestão 2001/2004. A ação civil pública foi ajuizada, na quinta-feira (27), e envolve mais 51 pessoas, que se beneficiaram de “diversos atos de improbidade”.

Segundo o MP, as investigações apontaram que a prática dos envolvidos provocou “graves lesões” aos cofres públicos, que somam mais de R$ 10 milhões. Para fundamentar a ação, o MP anexou à ação 28 volumes de uma auditora realizada na Prefeitura.

Conforme a ação, as principais irregularidades estão relacionadas a contratações irregulares e sem a realização de processos de licitação. Em nota, o MP fiz que estas medidas favoreceram indevidamente “empresas e grupos ligados ao grupo político então no poder, em Ivaiporã.”

O órgão apontou ainda que o ex-prefeito realizou gastos “abusivos” com promoção pessoal, utilização de recursos públicos para a quitação de despesas particulares de Pedro Papin com material de campanha, concessão de descontos irregulares a contribuintes em período eleitoral e pagamentos de horas-extras não trabalhadas para servidores de confiança, além de promoções a cargos públicos não autorizados pela legislação.

Na ação, os promotores do MP também questionam o repasse de recursos para a Associação de Proteção à Maternidade e Infância (APMI), que era presidida pela mulher de Papin, Sílvia Mendonça Papin; e a contratação do escritório de advocacia Branco Rocha & Cordeiro Justus – Advogados Associados, pertencente a dois filhos do presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Nelson Justus (Nelson Cordeiro Justus e Renato Cordeiro Justus) e ao advogado José Virgílio Castelo Branco Rocha Neto.

De acordo com o MP, “não haveria sequer a comprovação de que a firma em questão tenha prestado os serviços para os quais foi contratada.”

Ministério público suspendeu o concurso da prefeitura de Guarapuava por irregularidades

Prova que seria realizada neste domingo foi suspensa por tempo indeterminado, a pedido do Ministério Público que encontrou irregularidades no processo seletivo desde a contratação da empresa responsável até a eleboração das provas.

Cadeirinha para criança em veículos será obrigatória a partir de 9 de junho, tire suas duvidas




Embora muitos pais pensem que a cadeira de segurança já é obrigatória, será a partir de 9 de junho que a falta do equipamento poderá render uma multa de R$ 191,54 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além da apreensão do veículo para regularização. É nessa data que entra em vigor a Resolução 277 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de maio de 2008.

A legislação diz que os menores de 10 anos de idade devem ser transportados no banco traseiro, sendo que até os 7 anos e 6 meses as crianças precisam de sistemas de retenção adequados à idade (veja abaixo). As exigências, no entanto, não se aplicam aos veículos de transporte coletivo, de aluguel, aos táxis, aos veículos escolares e aos demais com peso bruto total superior a 3,5

Segundo a organização não-governamental Criança Segura, os acidentes de trânsito são a principal causa de mortes por acidentes entre crianças até 14 anos de idade. A coordenadora de projetos da entidade, Ana Beatriz Bon­­torim, diz que está sendo feita uma pesquisa em São José dos Campos (SP) para identificar o porcentual de crianças transportadas em equipamentos de segurança antes da entrada em vigor da lei e depois o levantamento se­­rá repetido para verificar se houve uma mudança no comportamento dos pais.

E para que não haja dúvidas quanto ao equipamento de segurança e a forma como ele deve ser usado, seguem abaixo as respostas para algumas questões que ainda não estão claras para os pais.

1 - Para cumprir a lei, vale comprar qualquer equipamento de segurança?

É importante usar cadeiras certificadas que sejam apropriadas ao tamanho e ao peso da criança e que se adaptem devidamente ao veículo. É importante instalá-la de acordo com as instruções do manual, pois a maioria das cadeiras e assentos de segurança é fixada de forma incorreta.

2 - Como identificar se uma cadeira ou outro sistema de proteção está certificado dentro dos padrões de segurança?


Os modelos americanos certificados têm etiquetas nas quais se lê: “Esta cadeira atende aos requisitos das normas federais de segurança viária”; os modelos europeus certificados têm etiquetas com algum destes códigos: E1, E2, E3, E4, que indicam em qual país ocorreu a certificação; e os modelos brasileiros devem identificar que seguem a norma NBR 14.400 e ter o selo do Inmetro.

3 - A exigência do sistema de retenção não se aplica aos táxis, por exemplo. O que fazer?

Em algumas cidades, como São José dos Campos (SP), algumas empresas têm carros na frota com o dispositivo. Ana Beatriz Bontorim, coordenadora de Projetos da ONG Criança Segura, diz que a lei não exige que esses prestadores de serviço cumpram o que foi determinado para os carros de passeio, mas defende que as empresas deveriam entender a importância dessa medida.

4 - E quanto ao ônibus escolar?

A maioria das crianças mortas ou feridas em acidentes com ônibus escolares estava entrando/saindo do ônibus ou estava fora do veículo. Os ônibus escolares são, estatisticamente, a melhor forma de transporte terrestre. A questão do cinto de segurança em ônibus escolares, entretanto, é complexa. Crianças em grandes ônibus são protegidas por um sistema chamado “compartimentalização”. A alta absorção de energia por parte dos encostos dos assentos combinada com os espaços estreitos entre os bancos cria um “compartimento” para os ocupantes no acidente. Esse transporte é projetado com o conceito do “ovo em sua embalagem”, mantendo as pessoas confinadas e distribuindo as forças do acidente em uma ampla área do corpo. Além disso, o tamanho dos veículos, horários típicos de trajeto e a visibilidade de um ônibus grande aumentam a proteção. Os ônibus pequenos que pesam menos que 4,5 toneladas devem estar equipados com cintos subabdominais, já que sofrem as forças de um acidente de uma forma similaràquelas que passageiros de carros sofrem.

5 - Cadeiras de segurança usadas são a opção para quem está com dificuldade de comprar uma nova?

São, mas desde que os pais observem se a cadeira não foi danificada em um acidente nem debilitada por uso e armazenamento errados, por exemplo. Também todas as partes originais, instruções e rótulos devem estar em boas condições. Substituir partes por outros modelos não é apropriado, assim como outras modificações podem comprometer a segurança da cadeira. Ela também não pode ser muito velha. Muitos fabricantes concordam que uma cadeira com mais de 6 anos não deve ser usada, porque os padrões de performance mudam com frequência, incorporando novas tecnologias para proteger melhor as crianças.

6 - Dá para continuar usando a cadeira de segurança depois de um acidente?


A força da batida pode enfraquecer ou danificar a cadeira, os cintos de segurança e outros dispositivos de proteção, tornando-os menos eficientes. Este tipo de dano pode também acontecer em acidentes menores, mesmo quando não é visível a olho nu, e pode tornar o sistema de proteção menos eficaz. Por esta razão, os fabricantes afirmam que cadeiras e cintos de segurança envolvidos em acidentes devem ser substituídos. Se um sistema de segurança protegeu uma pessoa em um acidente, ele já fez o seu trabalho.

7 - O que fazer quem tem mais filhos do que espaço no banco de trás?


A melhor opção é que a criança mais alta do grupo sente no banco da frente, utilizando a cadeira ou o assento de segurança. Afaste o banco o máximo possível do painel e, caso tenha air bag, desligue-o. O air bag do passageiro pode machucar seriamente uma criança que estiver sentada no banco da frente.

8 - E aqueles que têm veículos com apenas um banco?


Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, crianças com menos de 10 anos devem andar no banco de trás. Caso isso não seja possível, coloque a criança no banco da frente, com o dispositivo de segurança adequado à sua idade, mas lembre de desativar o air bag.

9 - A cadeira deve ser usada somente em percursos mais longos?

Os equipamentos de retenção devem ser usados sempre, mesmo que seja para ir até a esquina. Muitas colisões acontecem perto de casa. A maioria também ocorre em ruas com baixos limites de velocidade, por isso é importante usar a cadeira mesmo em pequenas distâncias.

10 - Em viagens longas, como manter a criança na cadeirinha?


A criança deve estar no dispositivo de segurança durante todo o percurso. Para que ela possa descansar e não fique estressada, o ideal é programar paradas mais frequentes. Os pais podem parar o carro em local seguro sempre que o filho deixar o equipamento de retenção, alegando que o veículo só se movimenta se todos estiverem presos ao cinto.

11 - Quando posso colocar meu filho de frente para o movimento?

A Academia Americana de Pediatria recomenda que as crianças devem ter um mínimo de 12 meses e um peso mínimo de nove quilos antes de ficar de frente para o movimento. Antes disso, seus ossos e ligamentos não estão desenvolvidos o suficiente para suportar as forças de uma colisão frontal. A posição de costas para o movimento reduz o risco de danos na medula espinhal numa colisão frontal, já que a concha da cadeira segura o pescoço e divide as forças da batida nas costas. A maioria das cadeiras de segurança para bebês tem um limite de 9 a 10 quilos, mas as cadeiras mais novas têm um limite de até 13 quilos. Essas cadeiras fornecem uma melhor proteção para as crianças, mesmo depois de completarem um ano.

12 - Quando eu sei que meu filho está pronto para mudar de um assento de segurança (booster) para o cinto de segurança?

A criança deve andar em assentos de segurança até que o cinto de segurança sirva corretamente. Para usar o cinto do carro é preciso observar o seguinte:
1 - A criança consegue apoiar as costas no encosto e dobrar o joelho na borda do banco sem deslizar para frente;
2 - o cinto subabdominal deve ficar ajustado sobre os ossos dos quadris e não no abdômen;
3 - o cinto de três pontos deve passar confortavelmente sobre os quadris e no centro do ombro e não no pescoço;
Se nenhum desses critérios for atingido, é provável que a criança ainda precise de um assento de segurança.

Padre Silvio Andrei preso nu confirma em depoimento que estava bêbado

Padre Silvio Andrei

O padre Sílvio Andrei foi ouvido anteontem, na delegacia de Ibiporã, e confirmou que dirigia alcoolizado na noite em que foi preso, em 16 de maio. Naquela madrugada, depois de beber numa festa, ele teria abordado um adolescente na rua e, sem roupas, fez uma proposta indecorosa ao jovem.

Em seguida, foi preso e ofereceu dinheiro aos policiais. Por tais crimes foi autuado pelos crimes de ato obsceno, corrupção ativa e embriaguez ao volante. Dois inquéritos investigam o caso do padre.

Um trata diretamente dos crimes praticados por ele. O outro averigua a reclamação do advogado do padre, Walter Bittar, de que Silvio Andrei sofreu abuso de poder e ser agredido pelos policiais.

sábado, maio 29, 2010

Berto Silva será coordenador de campanha do PMDB em Laranjeiras do Sul e região

clique na imagem para ampliar
No início da noite deste sábado, Berto Silva prefeito de Laranjeiras postou através de seu microblog (twitter) que foi convidado para ser coordenador da campanha do PMDB em Laranjeiras do Sul e região, Berto foi coordenador em 2006 na reeleição do ex-governador Roberto Requião.

Um estranho no ninho....


A respeito do evento sexta-feira da presença do governador Pessuti, Berto postou sobre o pésssimo clima entre os deputados Artagão Jr (PMDB) e Nereu Moura (PMDB), fato público e notório que o deputado Artagão (esse é deputado copa do mundo, aparece de 4 em 4 anos)está tentando angariar votos em Laranjeiras do sul, cidade essa que ele muito pouco ajudou, suas minusculas ajudas a Laranjeiras do Sul merecem somente um simples "obrigado", mas nada além disso, e diante de suas "pequenas atuações" terá um tentativa de reeleição muito difícil dentro do PMDB.....

Aliança entre Osmar Dias (PDT) e Beto Richa (PSDB) está certa, enfim juntos pelo Paraná

A reunião entre Osmar Dias (PDT) e o presidente nacional do PDT, ministro Carlos Lupi, na noite de quinta-feira em Brasília foi conclusiva sobre o destino do senador. Osmar será candidato ao Senado pela aliança PDT e PSDB.
As informações dos "bastidores" da reunião foi que o senador Osmar Dias pediu a autorização ao presidente nacional do PTD para concretizar a aliança com o PSDB, o ministro Carlos Lupi autorizou verbalmente o senador a concretizar a aliança, mas Osmar Dias exigiu a autorização da direção nacional do PDT por escrito, fato esse que deverá acontecer ainda nesse final de semana quando a direção nacional do PDT vai se reunir para formalizar a autorização da aliança no Paraná.

Eleições 2010

Ao concretizar-se a aliança entre Osmar Dias (PDT) e Beto Richa (PSDB) a chapa de candidatos a majoritária ao governo do Paraná e senadores poderá ficar assim:

Beto Richa (PSDB) - governador
Augustinho Zucchi (PDT)- vice-governador

Senadores

Osmar Dias (PDT)
Ricardo Barros (PP)

A convenção do PSDB no Paraná acontecerá dia 11 de junho em Curitiba.

Aguarde mais informações sobre a definição da aliança entre PDT e PSDB no Paraná.

Irmão caçula e mãe de Carli Filho sofrem acidente na BR-376

Ana Rita Slavieiro Guimarães Carli, mãe do ex-deputado Fernando Ribas Carli Filho sofreu um acidente na tarde de sexta-feira na BR-376, trajeto entre Curitiba e Ponta Grossa.

O irmão caçula de Carli estava no veículo. Testemunhas disseram que o carro capotou por cinco vezes, mas os dois não sofreram ferimentos graves.

Carli Filho se envolveu em um acidente grave no ano passado que vitimou dois jovens na capital paranaense.

Morre aos 74 anos ator Dennis Hopper

O ator e diretor Dennis Hopper, estrela de filmes como "Sem Destino" (1969), morreu neste sábado aos 74 anos vítima de complicações derivadas de um câncer de próstata.

Hopper morreu em casa, em Los Angeles (EUA), cercado de amigos e da família, segundo sua produtora.

O ator deixou sua marca em filmes como "O Amigo Americano" (1977), "Apocalypse Now" (1979), "O Selvagem da Motocicleta" (1983), "Veludo Azul" (1986) e "Amor à Queima-Roupa" (1993).

Os últimos meses de sua vida foram marcados pelo pedido de divórcio de sua esposa, Victoria Duffy, e pela luta sobre a divisão de sua herança.

Em abril, um tribunal determinou que o ator deveria pagar US$ 12 mil mensais a sua esposa.

Um mês antes, Hopper ganhou sua estrela na Calçada da Fama, em Hollywood, mas já estava visivelmente debilitado pelo câncer.

A "US Magazine" informou que o motivo que levou a seu pedido de divórcio, em janeiro, foi uma discussão sobre o testamento do ator e o valor que sua esposa receberia depois de sua morte.

Victoria foi a quinta esposa de Hopper, mas o casamento durou muito mais tempo que os quatro anteriores do ator, que incluiu um de oito dias com Michelle Phillips.

O ator recebia tratamentos contra o câncer desde outubro, por meio de um programa especial da Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles.

Com a palavra Senador Osmar Dias: Saúde: a riqueza intangível

No início desta semana recebi, em Brasília, a visita de 40 vereadores de vários partidos que representavam 27 municípios do Sudoeste do Paraná. Eram integrantes da Associação das Câmaras Municipais do Sudoeste do Paraná (Acamsop 13).

Além da visita de cortesia, os vereadores vieram trazer algumas reivindicações para a região. E a mais urgente delas é também uma reivindicação de todos os municípios do país: a regulamentação da Emenda Constitucional nº 29, considerada por muitos a solução para os problemas de financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS). O pedido, além de legítimo, é urgente, pois desde a extinção da CPMF houve uma perda de R$ 40 bilhões para a área da saúde. E este dinheiro está fazendo muita falta para a população de todo o Brasil.

A emenda 29 determina que as prefeituras gastem 15% de seu orçamento em saúde. Mas, na prática, gastam até 23%. Em compensação, o Governo Federal deixou de investir R$11,7 bilhões em saúde e os Estados, que pela lei precisam gastar 12% de seu orçamento com saúde, mal gastam 7%, em média. Sem falar nos estados que mascaram os percentuais, colocando despesas com aposentadorias e saneamento básico no cômputo geral, quando a legislação determina que essas rubricas não devem ser lançadas como investimentos em saúde.

Segundo a Frente Parlamentar de Saúde, que congrega deputados federais e senadores em torno da questão, o Brasil gasta apenas R$ 1,58 por cidadão/dia em saúde, menos do que uma passagem de ônibus. A grande maioria dos recursos, 62%, não vem do setor público, mas sai do bolso do cidadão. Os municípios aplicaram R$ 81,1 bilhões além do que determina a EC 29. Dos 27 estados, apenas 10 gastam o que manda a lei. Os demais deixaram de aplicar R$ 4,8 bilhões no setor. Por isso a urgência.

O serviço de saúde é o compromisso número um de qualquer candidato a cargo eletivo, mas é o calcanhar-de-aquiles da grande maioria das administrações públicas. Precisamos mudar esse cenário, transformando promessas em projetos viáveis, com metas a serem cumpridas. E com os recursos oriundos da regulamentação da Emenda 29 poderemos planejar e fazer mais.

No Paraná a saúde é a principal reivindicação da população. Ao percorrer o Estado com o Projeto Paraná, pude conhecer os anseios dos paranaenses e fazer uma série de propostas que apresentarei em breve. Propostas estas que detalharão o que sempre defendi como, por exemplo, o projeto para levar a todas as regiões do Paraná hospitais públicos de qualidade e postos de saúde eficientes. Tenho certeza que aos estudantes que cursam Medicina nas universidades estaduais poderão servir ao Estado atendendo à população nos hospitais regionais ao final de suas graduações.

Outra bandeira que defendo na área da saúde é a integração dos serviços nas regiões metropolitanas, de suma importância para trazer conforto à população. Postos de saúde e serviços médicos especializados devem atender a todos os municípios vizinhos a partir de uma estrutura centralizada, pois municípios menores nem sempre podem arcar com alguns exames e procedimentos caros. São essas algumas de nossas ideias para levar saúde à população mais carente, aquela que precisa dos hospitais públicos.

Saúde deve ser a maior riqueza de qualquer pessoa. E o poder público deve dar condições e garantias ao cidadão para que ele tenha acesso de qualidade a esse bem intangível.

Osmar Dias é líder do PDT no Senado Federal e pré-candidato ao Governo do Paraná

Rossoni em São Jorge do Oeste aproveitou e visitou seu amigo padre João Nalon

Câmara municipal de São Jorge do Oeste

Toni Mattos, Rossoni e Vanda Simioni

Ver. Toni Mattos e os deputados Litro, Traiano e Rossoni

Rossoni visitando seu amigo Padre João Nalon

Rossoni e lideranças

Rossoni e a repórter Vanda Simioni

Momento do encontro com o Padre

>Rossoni e o Padre João Nalon, ao fundo sua relíquia, corcel 1973

São Jorge do Oeste
O deputado estadual Valdir Rossoni (PSDB) esteve ontem pela manhã em São Jorge do Oeste acompanhando Beto Richa e sua caravana pelo sudoeste do Paraná.
Na ocasião Valdir Rossoni conversou com municípes e lideranças de São Jorge do Oeste e região.

Padre João Nalon


Durante a visita a São Jorge, Rossoni aproveitou para ir visitar seu grande amigo, o Padre Joâo Nalon.Rossoni fez uma visita surpresa ao padre na residência oficial na igreja matriz São Jorge, o padre não escondeu a alegria de rever o amigo, abraçando o deputado e declarando seu voto mais uma vez a Rossoni, "tem que ir de novo", declarou o padre.
Durante a visita o padre mostrou seu Corcel 1973, que há 37 anos está sob os cuidados do padre João Nalon, uma verdadeira relíquia.

Gazeta da Cantu

Rossoni recebeu das mãos do diretor do jornal gazeta da Cantu Toni Mattos a edição de lançamento, na ocasião, a representante do jornal em São jorge do Oeste e região ,a reporter Vanda Simioni acompanhou o diretor na cidade.

sexta-feira, maio 28, 2010

Deputado Dr. Rosinha (PT/PR) votou contra o Estatuto do Nascituro, mas estatuto foi aprovado na CSSF

Dr. Rosinha (PT) votou contra o estatuto.

Dias atrás a Campanha Nascer é um Direito trabalhou, com os demais movimentos pró-vida, para incentivar seus leitores a ligarem para a Câmara dos Deputados e apoiarem o Estatuto do Nascituro (PL 478/2007).

E graças a seus esforços tivemos o primeiro resultado favorável.

Na quarta-feira passada, dia 19 de maio, foi aprovado na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) da Câmara esse Projeto de Lei que elimina a possibilidade da descriminalização do aborto definindo o direito à vida desde a concepção.

Má surpresa incluída à última hora: o projeto aprovado não altera o Artigo 128 do Código Penal que não penaliza o aborto em casos de estupro e risco de vida para a gestante.

Do lado positivo, o Estatuto garante assistência pré-natal e acompanhamento psicológico para a mãe; e o direito dela de encaminhar a criança à adoção, caso assim o deseje. Se identificado o genitor do nascituro ou da criança já nascida, este será responsável por pensão alimentícia e, caso não seja identificado, o Estado será responsável pela pensão.

Após a votação, a relatora, Deputada Solange Almeida (PMDB/RJ), precisou de seguranças para chegar até seu gabinete, pois as feministas que lá estavam avançaram sobre alguns deputados.

Somente sete parlamentares presentes votaram contra (1 comunista, 4 petistas, 1 do PMDB e 1 do PSDB) : Dr. Rosinha (PT-PR), Henrique Fontana (PT-RS), Pepe Vargas (PT-RS) .Darcísio Perondi (PMDB-RS), Arlindo Chinaglia (PT-SP), Rita Camata (PSDB-ES), e Jô Moraes (PC do B-MG).

Antes de ir para o Senado, o Estatuto do Nascituro passará ainda pela Comissão de Finanças e Tributação e depois para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. Portanto, temos muita luta pela frente. O ideal seria um Brasil totalmente livre da praga do aborto.

Parabéns a todos que participaram de mais esse combate contra a cultura da morte.

Confira do voto de cada deputado presente na sessão:


Favoráveis ao Estatuto:

Solange Almeida PMDB/RJ (Relatora)
José Linhares PP/CE
Vadão Gomes PP/SP
Antonio Cruz PP/MS
Camilo Cola PMDB/ES
Fátima Pelaes PMDB/AP
Luciana Costa PR/SP
Neilton Mulim PR/RJ
Paes de Lira PTC/SP
Takayama PSC/PR
Wilson Braga PMDB/PB
Lael Varella DEM/MG
Raimundo Gomes de Matos PSDB/CE
João Campos PSDB/GO
Leandro Sampaio PPS/RJ
Antonio Bulhões PRB/SP
Manato PDT/ES
Ribamar Alves PSB/MA
Dr. Talmir PV/SP
Henrique Afonso PV/AC
Miguel Martini PHS/MG

Contrários ao Estatuto:

Darcísio Perondi PMDB/RS
Henrique Fontana PT/RS
Jofran Frejat PR/DF
Arlindo Chinaglia PT/SP
Dr. Rosinha PT/PR
Pepe Vargas PT/RS
Rita Camata PSDB/ES
Jô Moraes PCdoB/MG

Fonte: http://www.fundadores.org.br/AbortoNao/principal.asp?IdTexto=1232&pag=1&categ=1

Pessutão é recebido com manifestação da APP em Laranjeiras do Sul





O governador Orlando Pessuti na tarde desta sexta-feira. O governador esteve em Laranjeiras do Sul assinando a criação do Campus da Unicentro na cidade. Um pouco antes da cerimônia no Iguaçu Tênis Clube, o governador foi "recepcionado" por um apitaço de professores e membros a APP Sindicato que reinvindicam os 5% de reajuste salarial prometido para este ano pelo Governo do Estado e até agora não foi cumprido.

O governador desceu do carro oficial com um apito na boca e foi ao meio dos manifestantes que lhe fizeram várias cobranças, entre elas sobre os 30% dos recursos do Estado que por lei devem ser aplicados na educação e os avanços do plano de carreira dos professores, o que não estaria sendo cumprido em vários pontos.

Antes de adentrar ao clube para a cerimônia de assinatura do Campus da Unicentro, Pessuti prometeu aos manifestantes que vai resolver as reivindicações deles a partir da próxima semana.

Comentado por Cesar Minotto:

Aos 45 do segundo tempo de atual gestão do governo do Estado, Pessutão agora com a "caneta cheia" sai pelo Paraná assinando tudo o quanto é liberação. Depois desta cerimônia em entrevista, Pessutão prometeu que vai lutar para até baixar o pedágio. Esperamos que o próximo governo dê continuidade a todos esses compromissos assumidos no final desta gestão "tampão" de sete meses.

Agora o Paraná tem um governador de "peso" (kg) por sete meses!

Fotos: Dennis Migliorini

Moça de Laranjeiras do Sul é estuprada dentro de carro no centro de Curitiba

O aviso para não entrar no carro de estranhos, não funcionou para uma mulher de 27 anos que foi estuprada dentro de um veículo Corsa por um desconhecido, na madrugada de hoje (28).
A mulher mora na cidade de Laranjeiras do Sul, região centro oeste do estado, e veio à capital visitar uma amiga que mora no bairro Pinheirinho. À noite, para se divertirem, foram até o Snooke Bar Danny’s, que fica na rua XV de Novembro, no centro da cidade. Lá, as amigas conheceram algumas pessoas, entre elas um jovem de 21 anos que se identificou como Guilherme. Depois de muita conversa, por volta da 1h, a moça e o jovem foram ‘dar umas ‘voltas’.
Eles entraram no veículo de Guilherme, um Corsa de cor azul, quatro portas, quando depois de algum tempo ele teria começo a abusá-la. Com a negativa da moça e o pedido para que eles fossem embora, o jovem a estuprou.
Em seu depoimento à polícia, ela contou que ele a ameaçou de morte caso não fizesse o que ele mandasse. Depois do crime, ela foi deixada na av. Silva Jardim próximo a Marechal Floriano Peixoto. A vítima ligou para a amiga e para a polícia que a encaminhou para a Delegacia da Mulher. Ela realizou procedimentos de praxe – exame de corpo de delito e tomou medicamentos antivirais.
Pistas
A Polícia Militar já solicitou as filmagens das câmeras de segurança instaladas ao redor do centro da cidade para tentar identificar o suspeito ou a placa do veículo utilizado.

quinta-feira, maio 27, 2010

Lula anuncia investimentos em Cuba, mas esquece do Brasil...

Lupion fala sobre a preservação e desenvolvimento do meio ambiente no Paraná



A agropecuária brasileira gera um terço do produto interno bruto, representa um terço das exportações e emprega um terço da mão-de-obra no país. Desempenho que precisa estar em equilíbrio com a natureza: o Brasil tem hoje a segunda maior cobertura florestal original do mundo.
Estado que mais produz grãos no país, o Paraná tem bons exemplos de que preservação e desenvolvimento são compatíveis. Em Toledo, na região sudoeste, o agricultor Nelson Paludo mantém uma área de preservação permanente na propriedade onde planta soja, milho e trigo. O produtor rural ainda faz questão de seguir a cartilha do uso responsável da terra.
“A gente tem mata ciliar recomposta há um bom tempo; trabalhamos com plantio direto e rotação de culturas; a preservação de curvas de nível também, com cuidado para evitar erosão; sempre tentando minimizar o uso de agrotóxicos Acho que esse é um caminho que tem de ser trilhado com todos os agricultores”.
No município de Conselheiro Mairinck, Norte Pioneiro, parte dos mil alqueires da Fazenda Marimbondo é destinada ao turismo rural. Cavalgadas, pesca, trilhas, canoagem são algumas das atividades oferecidas aos hóspedes, que também visitam o local para observar criações de animais exóticos e muitas espécies de aves nativas.
A alternativa que a proprietária Evelyn Schuhaisen encontrou para preservar o meio ambiente também gera renda, além da pecuária de corte.
“O desenvolvimento sustentável até ajuda a ter mais lucro. É uma necessidade preservar a natureza e isso é essencial”.
Presidente da Comissão de Agricultura, o deputado federal Abelardo Lupion afirma que o produtor brasileiro conhece o meio ambiente como ninguém e, com apoio na pesquisa agropecuária, está habilitado a preservar a natureza.
“O Paraná é líder nas técnicas mais avançadas do mundo em preservação da natureza. O produtor rural é o maior amigo da terra.”
Lupion lembra que o Congresso Nacional trabalha na criação de um novo Código Florestal. Os limites entre a atividade agropecuária e a preservação da natureza devem ser definidos por critérios científicos, levando em conta as características de cada região.Cada microrregião o que precisa ser feito, como e onde. Vamos, sim, dar a proteção necessária ao meio ambiente para que o homem não seja prejudicado”.

Fernanda Rocha / Curitiba

Nereu Moura viabiliza três caminhões do Programa Bombeiro Comunitário

Os municípios de Salto do Lontra, Nova Aurora e São Jorge do Oeste, através do trabalho político do deputado estadual Nereu Moura (PMDB), foram contemplados com caminhão do Programa Bombeiro Comunitário. A cerimônia que aconteceu nesta terça-feira (25), em Curitiba, ao final da Escola de Governo, foi presidida pelo governador Orlando Pessuti.

O programa é estabelecido pela parceria entre o governo estadual e as prefeituras de municípios com mais 15 mil habitantes e que não possuem um posto do bombeiro militar. A prefeitura fica responsável em oferecer o terreno para construção da sede e pela contratação de dez funcionários treinados por bombeiros militares. Nereu Moura classificou esta ação como “extremamente importante, na medida em que está voltado a cuidar do bem maior de cada cidadão que é a própria vida”.

No município de Salto do Lontra, o bombeiro comunitário chega para atuar fortemente na prevenção, tendo em vista que acontecem muitos acidentes naturais na região. Segundo o prefeito Luiz Carlos Gotardi, a cidade precisa de pessoas preparadas para enfrentar esse tipo de situações. “Temos certeza que junto com o governo do Paraná vamos dar uma resposta positiva a nossa comunidade”.

O prefeito de Nova Aurora, Pedro Leandro Neto, ao lembrar da importância do Bombeiro Comunitário para o seu município, disse que no caso de uma necessidade, o atendimento precisa vir de Toledo, a 65 quilômetros. Esta distância, segundo ele, muitas vezes não permite que a ajuda seja feita no momento adequado. Além disso, para ele, essa viabilização vai gerar emprego, renda, proporcionar mais segurança aos moradores e baratear as apólices de seguros. “Agradeço ao Nereu por sua incansável luta junto ao governo do estado, uma vez que os recursos estaduais aplicados no município são frutos do trabalho do deputado na Assembléia Legislativa do Paraná”.

Fonte: Assessoria de imprensa Nereu Moura http://www.nereumoura.com.br/web/

“Sem diálogo, o Paraná não avança”, afirma Richa no Sudoeste

Pré-candidato do PSDB ao Governo do Estado faz roteiro de três dias por 20 municípios da região

Diálogo, parceria e respeito. As três palavras têm sido freqüentes nas reuniões que o pré-candidato do PSDB ao Governo do Paraná, Beto Richa, está fazendo em municípios do Sudoeste para discutir seu Plano de Governo. Até sexta-feira (28), Richa percorrerá 20 cidades da região. “O Paraná e, mais especificamente, o Sudoeste precisa de um Governo aberto ao diálogo, disposto a atender e apoiar os municípios”, afirmou o prefeito de Realeza, Eduardo Gaievski (PT), que também é presidente da Associação dos Municípios do Sudoeste (Amsop). Realeza foi a primeira parada, nesta quarta-feira (26) pela manhã, do roteiro de Richa na região.

“Sem diálogo, o Paraná não avança. Em pouco mais de cinco anos na Prefeitura de Curitiba, promovi mais de 300 audiências públicas nos bairros e vilas da cidade”, disse Richa. “Essa experiência reforçou minha convicção de que um programa de governo só se mantém de pé quando submetido ao duro teste da realidade socioeconômica, se for 100% legitimado pela vontade popular.” O prefeito Maievski lembrou a parceria com a Prefeitura de Curitiba, que em 2007 cedeu um ônibus biarticulado para Realeza. O veículo foi o ponto de partida para uma nova linha que atende estudantes da região.

Depois de Realeza, Richa foi a Bela Vista da Caroba, Pérola do Oeste, Planalto, Capanema, Santa Izabel do Oeste e Santo do Lontra. Nesta quinta-feira, vai a Ampére, Pinhal de São Bento, Pranchita, Santo Antônio do Sudoeste, Bom Jesus do Sul e Barracão. Na sexta-feira (28), os encontros serão em Verê, São Jorge do Oeste, Cruzeiro do Iguaçú, Nova Prata do Iguaçú, Nova Esperança do Sudoeste e Francisco Beltrão.

Prefeitos de municípios do Sudoeste entregarão a Richa um documento com propostas para o desenvolvimento sustentável da região. Uma das reivindicações da região é um curso de Medicina. Com falta de profissionais, o Hospital Regional em Francisco Beltrão funciona parcialmente.

A violência é outra preocupação. A região, próxima da fronteira com a Argentina, é corredor de tráfico e de contrabando e quer a instalação de um batalhão da Polícia Militar. “A ampliação dos efetivos, absolutamente necessária, fortalecerá o policiamento ostensivo e facilitará a realização de operações conjuntas com participação da Polícia Federal, em ações incisivas capazes de desarticular as gangues do tráfico”, afirmou Richa.

Aula magna


Richa dará a aula magna para a primeira turma do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Paranaense (Unipar), do campus de Francisco Beltrão, na quinta-feira (27) à noite. Richa falará sobre “Planejamento Urbano: A experiência de Curitiba”. Acompanham Richa na viagem ao Sudoeste os deputados estaduais Valdir Rossoni, presidente do PSDB do Paraná, Ademar Traiano e Luiz Fernandes “Litro” e o prefeito de Castro, Moacir Fadel.

FEMADE : 1˚ Fórum Brasileiro de Revendas de Produtos para Marcenaria

A Feira Internacional da Indústria da Madeira, Móveis e Setor Florestal (FEMADE 2010) foi palco nesta quarta-feira, dia 26, do 1˚ Fórum Brasileiro de Revendas de Produtos para Marcenaria. Iniciativa inédita no mercado nacional, o evento reuniu importantes empresários de revendas de produtos para marcenaria e fornecedores da cadeia produtiva para debaterem os problemas e perspectivas do setor.

Constantino Bäumle, presidente da Hannover Fairs Sulamérica – organizadora do evento, abriu o Fórum explicando a importância da capacitação do profissional de marcenaria e sobre a necessidade desse público buscar a formalização do seu negócio. Bäumle lembrou ainda que os participantes da Femade contam com cursos de treinamento do SENAI/Cetman e do SEBRAE/PR, que estão sendo realizados durante todos os dias da FEMADE, no espaço da EXPO MARCENARIA. “Esta é a primeira edição do Fórum e queremos que ele funcione como um grande debate, no qual o conhecimento de ambas as partes sejam somados”, concluiu.

Coordenado e mediado por Ivete Lourdes de Faci Vital, da empresa Nacional Madeiras (PR), o Fórum teve início com a apresentação do empresário Hélio Seibel, da Leo Madeiras & Ferragens (SP). Seibel contou que no início de sua carreira questionava-se como os marceneiros, que compravam a matéria-prima e ferragens de sua empresa com baixo custo e vendiam um móvel com alto valor agregado, produzido sob medida, não enriqueciam. “Eu não via estes profissionais lucrando o quanto podiam. Eu não via nenhum marceneiro ganhando dinheiro, e me questionava quanto a isso”, destacou, acrescentando: “A única explicação era o desperdício ou falta de gestão”.

Neste sentido, Seibel conta que a Leo Madeiras passou a oferecer pequenos cursos de qualificação e ação diversas para melhor o “serviço” destas marcenarias. “Há seis anos também criamos a Escola da Marcenaria Moderna, que também atende a jovens carentes, formando aproximadamente 80 profissionais por ano”, contou. O empresário também falou rapidamente sobre o modelo de negócio da revenda e como eles cresceram até chegarem ao número atual de 60 lojas em todo o País.

Em seguida, Álvaro Góes, do grupo Madcompen, de Ponta Grossa (PR), relatou como a empresa iniciou suas atividades, 20 anos atrás, quando ainda trabalhava com painéis de compensado. Hoje, a loja integra a rede de revendas Placacentro, da Masisa, que concentra em um só lugar diversos serviços e produtos para o marceneiro. A empresa também possui um instituto que apoia a formação de jovens marceneiros. Góes argumentou também: “Precisamos tentar salvar a profissão de marceneiro, para que a mesma não seja extinta, assim como aconteceu com os alfaiates”.

Representando a APAM (Associação Paranaense dos Atacadistas e Varejistas de Produtos para Marcenaria), entidade que congrega revendas da grande Curitiba (PR), Rudolf Hamm, da Rudegon, explicou que a entidade encabeça um trabalho desde 2006, com o objetivo de valorizar as lojas e os profissionais da marcenaria. “Percebemos que mesmo sendo concorrentes, podemos nos ajudar, além do próprio mercado”, afirmou.

Hamm contou que a entidade está se aproximando de instituições como o SENAI/PR em busca da capacitação da mão de obra: “A falta de profissionais qualificados é uma realidade e só tende a piorar. Também estamos juntos com o SEBRAE em uma parceria para incentivar os marceneiros a formalizarem suas empresas”. A entidade também está promovendo uma campanha para a valorização do marceneiro, para incentivar a contratação deste profissional e mostrar que ele é capaz de entregar o móvel conforme o desejo dos clientes, independentemente do tamanho de cada residência.

FORNECEDORES – Marcelo Cenacchi, da Renner Sayerlack, de Cajamar (SP), concordou com os demais componentes da mesa do Fórum quanto à realidade do marceneiro, que vem perdendo espaço no mercado para as lojas de móveis planejados. “Por isso, tentamos capacitar o marceneiro para que ele se torne mais forte”, disse.

Cenacchi ponderou que é errada a visão de alguns marceneiros brasileiros, que tentam “copiar” modelos e características dos móveis produzidos em série. “Eles não percebem que podem criar tendências, assim como ocorre com os profissionais artesões que trabalham na Europa ou Estados Unidos. È preciso que ele se situe no mercado”.

Ademir Coimbra de Souza, da Berneck S.A. Painéis e Serrados, de Araucária (PR), fez um breve relato da história da empresa e contou como a empresa passou a atuar no mercado de revendas, visando abastecer os marceneiros com chapas de MDF e MDP. Souza destacou ainda que os fornecedores tem sido muito ágeis em oferecer novas tecnologias e produtos no mercado, incluindo o segmento de marcenaria. “Mas, ainda vemos que há muito desconhecimento no mercado e que não há uma continuidade no trabalho realizado. O fato dele produzir um bom móvel, não quer dizer que ele não necessita de aperfeiçoamento ou ainda que não precisa buscar novas qualificações. A evolução é constante”.

E Cesar Ruthes, da SCM Group / Tecmatic, de São Bento do Sul (SC), falou sobre o mercado de venda de máquinas para marceneiros. A empresa começou a produzir máquinas para esse público a partir de 2002 e tem, hoje, o objetivo de fazer uma parceria com as revendas. De acordo com Ruthes, muitas revendas prestam serviços terceirizados de corte, furação e colagem de bordos com máquinas da SCM Group. “Por isso, buscamos uma forma das revendas incentivarem a compra dessas máquinas pelos marceneiros”, disse.

Ao final do 1º Fórum Brasileiro de Revendas de Produtos para Marcenaria o público presente teve a oportunidade de fazer perguntas aos componentes da mesa e de discutir algumas das opiniões apresentadas no evento. Apesar disso, o indicativo dos empresários caminhou na mesma direção: os marceneiros precisam buscar a sua própria diferenciação. Caso contrário, continuarão a perder mercado.

quarta-feira, maio 26, 2010

Tribunal de contas do Paraná divulga lista de impedidos de licitar

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) lançou um novo instrumento de controle social das contas públicas. Está disponível na página do órgão (www.tce.pr.gov.br) o cadastro de Impedidos de Licitar. Trata-se de um banco eletrônico de dados que contém a listagem de fornecedores – pessoas físicas e jurídicas – que não podem participar de licitações e contratar com a administração pública por estarem em situação irregular.
Para ter acesso aos dados, ao entrar na página do TCE na internet, o usuário pode tomar dois caminhos: clicar no link “Entidades Municipais”, que fica no menu à direita, e, em seguida, entrar em “Impedidos de Licitar”, também situado à direita da página. Ou clicar no canto superior direito da página do Tribunal, em “TC em um clique” e, na sequência, buscar o link “Impedidos de Licitar”. É preciso digitar o CNPJ ou o CPF do ente a ser pesquisado.

Informações


Para cada processo administrativo que resultar em sanção ao fornecedor, serão identificados o Município e a autoridade declarantes da irregularidade, o órgão licitante, o fornecedor impedido, os processos de licitação e de sanção, o ato que declarou inidônea ou suspendeu a empresa ou pessoa física e a data em que foi publicado, o veículo utilizado para divulgação e o período de vigência da penalidade. Esses dados permanecerão no Cadastro de Inidôneos enquanto durar o prazo de impedimento do fornecedor.
Caberá aos servidores responsáveis pelas licitações e contratos das entidades municipais informar a sanção administrativa contra o fornecedor. O prazo para registrar a penalidade é de 15 dias após o trânsito em julgado do processo de declaração de inidoneidade ou suspensão de participação em licitações públicas. O extrato da decisão condenatória deve estar publicado e é necessário que estejam cumpridas as etapas previstas na legislação do órgão municipal e na Lei de Licitações (parágrafo 3º do art. 87, lei nº. 8.666/93).

Prazos

O Cadastro de Impedidos de Licitar foi estabelecido por projeto de resolução (Processo 317747/09), que também instituiu o Mural de Licitações – que foi colocado em funcionamento pelo TCE em janeiro deste ano. Ambos abrangem Prefeituras, Câmaras, autarquias, fundos, fundações, empresas de economia mista e demais entidades municipais no Paraná, tanto da administração pública direta quanto indireta.
Os fornecedores que descumprem obrigações ou cometem irregularidades nas licitações e contratos com a administração pública devem ficar de dois a cinco anos sem realizar novos contratos públicos. As penalidades estão previstas nas leis federais que regem as licitações (Lei nº. 8.666/93) e os pregões públicos (Lei nº. 10.520/02).